27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

Coronavírus

Drive-thru já testou 418 pessoas e confirmou 10 casos de coronavírus na Capital

Exames são realizados em unidade do Corpo de Bombeiros mediante agendamento prévio; sistema será levado para Dourados e Três Lagoas

O drive-thru montado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) em Campo Grande para identificar casos de coronavírus já realizou 418 testes, identificando 10 resultados positivos. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (21), durante coletiva online na qual o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, e a adjunta Christinne Maymone, anunciaram o sexto óbito pela doença e a existência de 173 casos confirmados pelo Estado.

“Já foram realizados 418 testes, com 10 resultados positivos”, anunciou Geraldo. O sistema teve início por um quartel do Corpo de Bombeiros em 13 de abril. A pessoa que apresentar sintomas da Covid-19 deve ligar para o telefone (67) 3311-6262 –o Disk-Covid–, sendo atendida remotamente por profissionais de Saúde. Caso sintomas como tosse seca, febre, coriza e dor de garganta, entre outros, sejam relatados, ela será orientada a seguir para a unidade dos bombeiros no cruzamento das Ruas 14 de Julho e 7 de Setembro.

O exame leva cerca de 20 minutos e é feito dentro do próprio veículo. Um profissional coletará amostras da mucosa e as encaminhará para testes laboratoriais, que devem ter o resultado apresentado em até 48 horas, via SMS. Em caso positivo, o paciente receberá outras orientações para seguir com o tratamento.

Um drive-thru deve ser ativado nos próximos dias em Dourados e, depois, em Três Lagoas.

Sem reincidências

Respondendo a perguntas encaminhadas ao Governo do Estado, Geraldo informou que, até o momento, não há casos de pacientes que se recuperaram do coronavírus e voltaram a manifestar a doença. A reincidência, embora restrita, foi identificada em alguns países.

“Não temos nenhum caso no qual se voltou ao quadro, mas há indicativos de pessoas com Covid que voltaram a ter o quadro”, disse o secretário, confirmando estudos em andamento para constatar as razões das recaídas.

Dos 173 casos confirmados no Estado, 60 foram submetidos a isolamento domiciliar e 70 pacientes finalizaram a quarentena. Há 21 internados, sendo 11 em leitos públicos e 10 em privados, dos quais 9 seguem em UTI. Até o momento, 17 pacientes precisaram de terapia intensiva para se tratar do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul. O tempo médio de permanência nos leitos especializados é de 19 dias.