28 de novembro de 2020
Campo Grande 36º 23º

CAMPO GRANDE

Duas empresas disputam R$ 4,1 milhão para terminar Centro de Belas Artes

Projeto deve sair do papel em 2020

A Vale Engenharia e Construção e a Meta Construtora são as empresas habilitadas pela Diretoria de Compras (Dicom) da Prefeitura de Campo Grande para disputar R$ 4,1 milhões oferecidos como valor referência para a reforma e adequação do Centro Regional de Belas Artes, a proposta foi divulgada no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) desta terça-feira (4).

A obra estacionada há 13 anos, desde a gestão de Nelsinho Trad, irmão do atual prefeito, Marquinhos Trad (PSD). Essa mesma licitação já foi paralisada pelo Tribunal de Contas Estadual (TCE) em 2019, na época o certame custava R$ 4,5 milhões. 

A gigantesca obra, localizada no cruzamento da Rua Plutão, com a Avenida Ernesto Geisel terá que ser reformada por completo. Nesse ano já tiveram manifestos no local. Os artistas de Campo Grande, alegam não ter se quer um espaço para exibição do produto artístico local, já que o teatro público, Aracy Balabanian também está com as portas fechadas. 

O MS Notícias já fez várias matérias sobre o local. Ano passado, o Prefeito Marquinhos Trad falou sobre o desejo de terminar o empreendimento. Há quem aponte que se concluído, o Centro de Belas Artes será um dos maiores prédios e pode se tornar referência de arte do Centro Oeste.