28 de novembro de 2020
Campo Grande 36º 23º

CONTRIBUIÇÕES

Energisa e 6 empresas de energia doam R$ 9 milhões para combater coronavírus

Concessionárias doaram para pesquisa e teste à Fiocruz, contra a Covid-19

O grupo Energisa doou R$ 1,5 milhão para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para que sejam aplicados nos testes de combate ao novo coronavírus e para realização de testagens. 

Quem coordena a inciativa é o Instituto Acende Brasil, que já recebeu doações de outras concessionárias do setor elétrico: Enel (grupo italiano), Engie (Carioca - produtora privada de energia elétrica do Brasil), ISA Cteep (concessionárias Paulista, privada de transmissão de energia), Light (Canadense - empresa privada de geração, distribuição, comercialização e soluções de energia elétrica) e a a gigante brasileira Neoenergia ( holding do Grupo Neoenergia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro). Com a doação da concessionária atuante em MS, são o total de R$ 9 milhões arrecadados. 

A iniciativa está sendo coordenada pelo Instituto Acende Brasil, e até o momento já recebeu doações de outras cinco empresas de todos os segmentos do setor elétrico (geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia): Enel, Engie, Isa Cteep, Light e Neoenergia. Com a doação da Energisa já foram arrecadados R$ 9 milhões.

Há expectativa de que outras empresas façam contribuições nos próximos dias. O Instituto abriu um canal de doações, por meio do número (11) 96429-0559, e os valores serão repassados ao programa “Unidos Contra a Covid-19” da Fiocruz.

“Estamos em contato com toda a nossa rede de parceiros, fornecedores e clientes para ampliar o alcance de todas as nossas iniciativas. A solução para a crise humanitária virá do comprometimento de todos com medidas individuais e coletivas”, afirma a Vice Presidente de Gente e Gestão do Grupo Energisa, Daniele Salomão, uma das coordenadoras do movimento Energia do Bem.

ENERGIA DO BEM

O Grupo Energisa também criou o Movimento Energia do Bem, com o objetivo de ajudar no combate à pandemia. Unida a pelo menos 13 parceiros, o movimento da empresa quer tornar viáveis ações emergenciais que ajudem a superar a crise humanitária provocada pela doença.

 As iniciativas incluem doação e manutenção de ventiladores pulmonares, obras elétricas em unidades públicas de saúde e a captação de recursos para assistência a idosos.

Também foi criado o portal Energia do Bem, com informações confiáveis sobre a doença e conteúdo para reduzir os impactos do isolamento social. Ele está disponível no endereço: https://www.movimentoenergiadobem.com.br/.

Fonte: G1 MS.