05 de dezembro de 2020
Campo Grande 30º 24º

Coronavírus

Espanha afrouxa isolamento após queda no número de mortes por coronavírus

Atividades de serviços considerados "não essenciais" foram retomadas nesta segunda-feira

O governo da Espanha liberou hoje o retorno das atividades “não essenciais” da economia após uma queda no número de mortes diárias por coronavírus. De acordo com dados divulgados pelas autoridades espanholas, 517 pessoas morreram pela doença causada pelo covid-19 nesta segunda-feira (13) – a segunda cifra mais baixa desde 24 de março.

Na comparação com a semana anterior, o número de mortes diárias por coronavírus caiu 13% nos últimos sete dias. O número de contaminações por dia também caiu. Nas últimas 24 horas, 3.477 pegaram coronavírus no país europeu. Este é o menor número desde 19 de março. Desde o início da pandemia, a Espanha registrou, ao todo, cerca de 169 mil infectados e 17,4 mil vítimas.

De acordo com o chefe do Centro de Controle de Alertas e Emergências Sanitárias, María José Sierra, a retomada das atividades econômicas não será refletida nos números antes de duas ou três semanas. Ele disse que os especialistas administram um período mínimo de 10 dias para que isso aconteça. Este seria o tempo necessário para que os sintomas comecem a ser sentidos, depois o teste é solicitado e o resultado transferido para os dados oficiais. Isso significa que o último período de quarentena não teria um grande efeito sobre as quedas que estão sendo observadas nos números de mortes diárias, “exceto, talvez nos últimos dias”.

De acordo com as autoridades, a melhora seria consequência de um confinamento anterior, decretado em 14 de março.