03 de dezembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

Acusado

Garoto acusado de agredir idoso a pauladas por não receber por sexo no Noroeste te liberdade concedi

A mulher que estava junto do idoso também teve a liberdade concedida

A Justiça concedeu a liberdade para a mulher de 42 anos e para o garoto de 17 anos que foi acusado de agredir um idoso de 79 anos, no Jardim Noroeste em Campo Grande, após se recusar a pagar por um programa sexual. O idoso negou na delegacia que teria contratado serviços sexuais do adolescente e disse que ele havia invadido a sua casa para roubar um botijão de gás.

O trio foi levado para a delegacia nesta segunda-feira (25), depois da polícia ser chamada por um vizinho do idoso, que ouviu os gritos de socorro do pedreiro, que disse ter acordado com a mulher dentro da sua casa junto do garoto tentando levar um botijão de gás. Nesta terça-feira (26), a Justiça concedeu a liberdade tanto para a mulher como para o garoto.

Entenda o caso

A polícia foi chamada até a casa do idoso que contou que foi agredido a pauladas pela mulher e pelo garoto que invadiram a casa para, segundo ele, roubar um botijão de gás. E ainda admitiu que tentou se defender com uma faca. A polícia localizou a mulher e o adolescente, que moram no mesmo bairro. Aos policiais, o garoto contou que estava cobrando o pedreiro por um ‘programa sexual’ que ele não havia pago. O adolescente ainda disse que o pedreiro seria conhecido na região por cometer ‘estupro’ contra uma ovelha.

O adolescente contou que está há um mês em Campo Grande, e o idoso o aliciou, contratando serviços sexuais pelos valores de R$ 40 e R$ 45. Mas, no terceiro ‘programa’ ficou acertado o valor de R$ 20, mas o pedreiro não teria pago afirmando que o garoto só receberia se levasse também uma mulher até ele. Para receber o dinheiro, o adolescente chamou a tia que foi até a casa do idoso e eles teriam discutido por causa do desacordo no pagamento.

Já o idoso contou que não conhecia os autores, apenas de vista, já que eles moram no mesmo bairro, e que estava dormindo quando teve a casa invadida pela dupla para roubar.