20 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 19º

Incêndios

Incêndios no Pantanal deixam cidade de Mato Grosso do Sul encoberta pela fumaça

Pelo quarto dia consecutivo, Corumbá, no oeste do estado, amanhece encoberta pela fumaça das queimadas.

Incêndios em várias regiões do Pantanal em Mato Grosso do Sul estão deixando Corumbá encoberta pela fumaça. Esta quinta-feira (30) foi o quarto dia consecutivo em que a população da cidade enfrentou essa situação.

Segundo o Corpo de Bombeiros, quilômetros de vegetação no Pantanal estão em chamadas. Na quarta-feira (29) os militares fizeram um sobrevoo em um helicóptero da Marinha que identificou focos de incêndio nas regiões da Serra do Amolar, Jatobazinho e Baía do Tuiuiú, no Pantanal de Mato Grosso do Sul.

Nesta quinta-feira uma equipe de quatro bombeiros subiu o rio Paraguai por mais de 80 quilômetros para chegar ao local de alguns dos focos e evitar que eles se alastrem. Além da distância, o trabalho ficou ainda mais difícil por causa da quantidade de camalotes que estão acumulados nos locais próximos aos focos.

O tenente do Corpo de Bombeiros Jonatas Lucena explicou que nas áreas que serão cobertas pelos militares as queimadas surgiram, em sua maioria, em áreas próximas as margens do rio Paraguai, onde restos de vegetação ficaram depositados devido ao baixo nível de água.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Corumbá está no topo da lista de municípios com o maior número de focos de incêndio desde o ano passado, quando foram mais de 6.200 registros. E nestes primeiros 30 dias de 2020 já foram 113 focos no município.