24 de setembro de 2020
Campo Grande 34º 20º

Delegado Wellington

Inclusão: Central Municipal de Interpretação de Libras é sancionada pelo Executivo

Foi sancionada nesta sexta-feira (29), o projeto de lei que autoriza a criação do Centro Municipal de Interpretação de Libras de Campo Grande (CMILCG). O Projeto de Lei nº 9.553/19 foi apresentado no mês passado ao prefeito Marquinhos Trad, pelo Vereador Delegado Wellington (PSDB) e demais vereadores que tinham projetos voltados à inclusão em tramitação na Câmara Municipal.

De acordo com o Diário Oficial do Município, a Lei Municipal n. 6.341/2019 autoriza o poder executivo a criar o Centro Municipal de Interpretação da Língua Brasileira de Sinais de Campo Grande (CMILCG) para pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva.

O Centro Municipal de Interpretação de Língua Brasileira de Sinais de Campo Grande (CMILCG) tem como objetivo promover a acessibilidade da comunidade surda aos serviços públicos municipais por meio do acesso a informações acerca dos serviços prestados pelo Município, através de diversos meios de comunicação, inclusive por meio do atendimento presencial.

“A Central de Interpretação em Libras será um marco para Campo Grande na questão de acessibilidade, pois muitas vezes em unidades de saúde há muitas dificuldades quando o assunto é a interpretação em libras. O Executivo se mostrou extremamente aberto para apoiar este projeto, com isso quem ganha é a sociedade e principalmente as pessoas surdas ou com deficiência auditiva”, destacou Delegado Wellington.

O Centro Municipal de Interpretação de Língua Brasileira de Sinais de Campo Grande (CMILCG) deverá conter equipamentos que possibilitem a transmissão de vídeos ao vivo para os órgãos públicos municipais, também devidamente equipados, com o objetivo de facilitar e garantir a comunicação entre as pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e os servidores municipais, além disso, o atendimento presencial consiste em disponibilizar intérpretes de Libras e Guias-Intérpretes para pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva, nos órgãos públicos municipais, para que possam receber a adequada prestação do serviço público municipal.

Para a criação do Centro Municipal de Interpretação de Língua Brasileira de Sinais de Campo Grande (CMILCG) o Poder Executivo Municipal poderá firmar parcerias, quando necessário, com órgãos públicos e com o setor privado.