MS Notícias

tera, 07 de abril de 2020

CINEMA

Netflix reduz qualidade de transmissão para evitar sobrecarga

A medida deve valer por 30 dias em todo o território nacional

Por: AGÊNCIAS25/03/2020 às 11:38
ComentarCompartilhar
Foto: Reprodução/Divulgação

A Netflix reduziu, desde a última segunda-feira (23), a qualidade da transmissão no Brasil com o intuito de não sobrecarregar a rede. A decisão reduz as taxas de bits transmitidos, mas não a resolução das imagens. Por exemplo, usuários que assistem vídeos em Ultra HD (4K) ou altíssima definição (Full HD, 1080p) continuarão a ter acesso a essa qualidade de vídeo. As informações foram divulgadas pelo Jornal O Estado de S. Paulo e devem atingir todos os assinantes até a próxima quarta-feira (24).

A medida deve valer por 30 dias em todo o território nacional. Com isso, o serviço de streaming, um dos maiores responsáveis pelo fluxo de informações na rede, pretende diminuir em até 25% o tráfego.

“Em circunstâncias normais, fazemos diferentes transmissões simultâneas de um único título em cada resolução. O que faremos agora é remover as faixas de frequência com maior fluxo de dados”, diz Ken Florance, vice-presidente de entrega de conteúdo da Netflix, em comunicado enviado pela empresa à reportagem do O Estado.

A política de transmissões simultâneas é uma das ferramentas que o serviço encontrou para evitar que os vídeos ‘travem’ ou ‘engasguem’ durante a exibição, segundo o noticiário. “Quem é muito ligado em qualidade de vídeo pode perceber uma pequena queda na qualidade de cada resolução, mas a entrega ainda será na resolução pela qual o usuário pagou.”

Deixe seu Comentário

TV MS

03 de abril de 2020
Boletin Covid-19 no Paraguai, Fronteira Pedro Juan Cabalheiro e Ponta Porã-Ms
Boletin Covid-19 no Paraguai, Fronteira Pedro Juan Cabalheiro e Ponta Porã-Ms

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma