13 de abril de 2021
Campo Grande 33º 21º

Ecológico

Projetos colocam Estado no Mapa de Sustentabilidade

Desenvolvido pelo Ministério do Turismo em parceria com a Associação Braztoa, o Mapa de Sustentabilidade do Turismo contém dados e informações das iniciativas vencedoras de todas as edições do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, que reconhece boas práticas relacionadas ao tema no setor. Quatro projetos colocam Mato Grosso do Sul nesse mapa, que além de disseminar e incentivar a adoção de práticas sustentáveis aos empresários do setor é uma fonte de consulta para o turista que busca viajar com responsabilidade.

O sistema interativo que mostra o Mapa de Sustentabilidade do Turismo foi apresentado pelo MTur na última sexta-feira (19) para três grandes entidades do setor turístico – Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (CLIA Abremar), Agência Brasileira de Agências de Viagem (ABAV) e Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa). A ferramenta permite que o interessado navegue em um mapa georreferenciado onde pode encontrar informações sobre as 56 iniciativas premiadas no País, que estão disponíveis em inglês, espanhol e português.

As informações são divididas em quatro categorias – econômica, meios de hospedagem, parcerias institucionais e sustentabilidade em turismo.  Ao clicar na iniciativa premiada, é possível ver o ano do prêmio, a categoria a qual pertence e a descrição das iniciativas, além dos contatos do empreendimento.

MS no mapa

Entre 2012 e 2015, quatro empreendimentos de Mato Grosso do Sul receberam o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade. Foram dois projetos do Recanto Ecológico Rio da Prata (O Modelo de Ecoturismo Sustentável do Recanto Ecológico Rio Da Prata, em 2012 e Na Trilha da Sustentabilidade: Como a Gestão com Práticas Inovadoras Vem Contribuindo para o Desenvolvimento Socioeconômico e Para a Conservação Ambiental na Serra da Bodoquena/MS – A Trajetória do Recanto Ecológico do Rio da Prata, em 2013), um projeto da Casa de Vidro (Vidro Não é Lixo, em 2015) todos da região turísticas Bonito – Serra da Bodoquena, e um prêmio do Instituto Mamede (Cicloturismo Socioambiental e Bike Birding, em 2015), da região Caminho dos Ipês. O Prêmio Braztoa de Sustentabilidade tem a chancela da Organização Mundial de Turismo.