03 de dezembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

ABIGEATO

Quadrilha tenta furtar mil cabeças de gado e sete são presos

Segundo a polícia, os animais seriam levados para a região do Pantanal e remarcados

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (30) mais um suspeito de envolvimento na tentativa de furtar 1 mil cabeças de gado avaliadas em R$ 1 milhão, de uma fazenda em Rio Verde de Mato Grosso, no interior de Mato Grosso do Sul, no dia 26 de abril.

Outras cinco pessoas já foram detidas desde o dia do crime, entre eles, pai e filho, apontados como chefes do grupo. Todos se defendem alegando que estavam no local apenas para fazer o transporte dos animais, com consentimento do dono da propriedade.

De acordo com a polícia, o crime não deu certo porque vizinhos da propriedade viram uma movimentação estranha e denunciaram. Quando os criminosos avistaram os policias chegando, eles liberaram o gado e tentaram fugir, mas foram presos.

O grupo deixou para trás 3 animais mortos e uma vaca carneada. O delegado responsável pelo caso, Gabriel Cardoso, afirmou que o gado seria transportado para a região do Pantanal.

"Foram realizadas 7 diligencias pela região com a ajuda do setor de inteligência, com o apoio do Guarras. Eles iam levar a boiada para dentro do Pantanal e depois de diversas formas, iam remarcar os animais e vender em leilões", disse o delegado.

A Polícia segue com as investigações e busca três pessoas que seriam os mentores do crime.

Fonte: G1 MS.