MS Notícias

quarta, 01 de abril de 2020

CIA DANÇURBANA

Reestreia 'Projeto Singulares – Mostra de Solos' de dança na Capital

A entrada é gratuita e as apresentações acontecem nesse final (de 13 à 15, março) de semana na Casa de Ensaio

Por: REDAÇÃO13/03/2020 às 09:03
ComentarCompartilhar
Artista Ariane NogueiraArtista Ariane NogueiraFoto: Jackeline Mourão

De sexta (13) à domingo (15), a partir das 19h30, a Cia Dançurbana leva ao palco o ´Projeto Singulares – Mostra de Solos´. Serão seis apresentações: na sexta, às 19h30, Ralfer Campagna apresenta ´Dançar as fúrias´ e, às 20h30, Adailson Dagher interpreta ´Sob controle´. No sábado, 19h30, Rose Mendonça apresenta ´Nu(m) corpo só´ e, às 20h30, Ariane Nogueira dança ´A pele de dentro´. No domingo, 19h30, tem Livia Lopes com ´Euphoria´ e, 20h30, Jackeline Mourão com ´Talvez seja isso´. A entrada é gratuita e as apresentações acontecem na Casa de Ensaio.

O projeto nasceu a partir do espetáculo ´Singulares´, criado pelo grupo em 2012. Nos últimos anos a companhia tem revisitado alguns trabalhos de seu repertório e, ao olhar para ´Singulares´, surgiu a ideia de transformar este trabalho em um projeto de solos, que pudesse contemplar um dos propósitos da companhia de continuar despertando a autonomia dos intérpretes criadores para que eles possam criar seus próprios trabalhos, falar sobre os seus desejos e vontades. Assim, a mostra busca dar voz as singularidades dos intérpretes criadores da Cia Dançurbana.

SOLOS

Os solos transitam entre questões de gênero, feminismo, artes visuais... Até a transversalidade de linguagens. Em ´Dançar as fúrias´, Ralfer Campagna se apresenta, performa a respeito das pessoalidades. Expõe-se. Este corpo que quer ser o que quiser. Quer despir-se de rótulos fechativos. Quer celebrar. Por sob as opressões, sobreviver, viver, (re) existir. Um corpo assim que festeja com o que restar. No solo ´Sob Controle´, Adailson Dagher busca retratar o nosso comportamento na sociedade, entre o sano e o insano. No espetáculo ´Nu(m) Corpo Só´, Rose Mendonça propõe investigar a ancestralidade a partir de memórias corporais de corpos femininos que resistem, geram, reagem e acolhem; num só corpo, numa só mulher.

Inspirada em alguns orixás mulheres, no espetáculo ´A pele de dentro´, Ariane Nogueira traz a força e a presença energética corporal de mulheres negras e guerreiras, para compor cenicamente a busca pela identidade corpórea. Em ´Euphoria´, Livia Lopes se inspira nas obras de Jean-Michel Basquiat, artista plástico negro, trazendo questões como o Ser político, o negro sendo negro, entre outras. E, no solo ´Talvez seja isso´, Jackeline Mourão mergulha em todos os processos criativos pelos quais já passou trazendo para cena essas memórias. Nos intervalos e depois das apresentações haverá venda de comida e bebida e, música para curtir.

SERVIÇO

A Cia Dançurbana reestreia o ´Projeto Singulares – Mostra de Solos´ neste fim de semana, sexta (13), sábado (14) e domingo (15), sempre às 19h30, na Casa de Ensaio (rua Visconde de Taunay, 203, bairro Amambai). Os ingressos são gratuitos e serão distribuídos a partir das 19 horas de cada dia. Os solos de sexta-feira e de sábado têm classificação indicativa de 16 anos e os de domingo, classificação livre. Mais informações nas redes sociais da Cia Dançurbana fanpage e instagram, pelo telefone: (67) 99238-2829 ou pelo email contato.dancurbana@gmail.com. 

APOIO

Casa de Ensaio

REALIZAÇÃO

Cia Dançurbana

CO-REALIZAÇÃO

Sesc Cultura MS / SESC MS

TEXTOS E PROJETO GRÁFICO

Maíra Espíndola

 

Deixe seu Comentário

TV MS

27 de maro de 2020
Isolamento vertical ocasionará genocídio, diz Fábio Trad
Isolamento vertical ocasionará genocídio, diz Fábio Trad

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma