MS Notícias

quarta, 01 de abril de 2020

PROGRAMA SOCIAL

STF garante que Bolsa Família não sofrerá cortes durante pandemia

Ministro atendeu a um pedido liminar feito por governadores de estados

Por: AGÊNCIA BRASIL23/03/2020 às 16:39
ComentarCompartilhar
ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélioministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco AurélioFoto: © CARLOS ALVES MOURA

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio decidiu que o governo federal não pode fazer cortes de recursos no Programa Bolsa Família durante o período de calamidade pública no país devido à pandemia do novo coronavírus. A decisão do ministro foi assinada na sexta-feira (20) e divulgada hoje (23).

Marco Aurélio atendeu a um pedido liminar feito por governadores de estados do Nordeste, que alegaram suposta diminuição na concessão do benefício na região. Na mesma decisão, o ministro pediu que a União preste informações sobre a alegação dos estados e determinou que a liberação dos benefícios seja feita de forma isonômica em todo o país. 

Na sexta-feira (20), o Ministério da Cidadania, pasta responsável pela gestão do programa, informou que suspendeu, por 120 dias, bloqueios, suspensões e cancelamentos dos benefícios para verificação de eventuais irregularidades. A medida inseriu mais 1,2 milhão de famílias no Bolsa Família, segundo o ministério.

Atualmente, o Bolsa Família paga de R$ 89 a R$ 205 por mês às famílias cadastradas. O valor médio corresponde a R$ 191. Gestantes, lactantes (mães que amamentam) e filhos de até 15 anos de idade recebem, cada um, adicional de R$ 41, até o teto de R$ 205.

"Com a inserção de mais 1,2 milhão de famílias, teremos cerca de 14 milhões de famílias beneficiadas, o maior número da história do programa", destacou o ministro Onyx Lorenzoni, em nota divulgada pela pasta.

Em nota à imprensa, a o Ministério da Cidadania informou que a portaria que garantiu a inclusão dos beneficiários permitiu a cobertura de 14 milhões de famílias entre os beneficiários. Segundo o ministro Onyx Lorenzoni, é “o maior número da história do programa”.

De acordo com Onyx, a inclusão é uma das medidas do presidente Jair Bolsonaro para minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus. “O presidente tem agido para reduzirmos os danos da crise e protegermos os idosos e os mais vulneráveis. Essa portaria garante que nenhuma família será excluída do programa nos próximos 120 dias e reafirma o compromisso do presidente Bolsonaro com o Bolsa Família”, disse.

ÍNTEGRA DA NOTA 

Em relação à decisão do Supremo Tribunal Federal que suspende cortes no Bolsa Família, informamos que:

O Ministério da Cidadania, por meio da Portaria Nº 335 - publicada na sexta-feira (20) - já havia estabelecido medidas emergenciais para o Programa Bolsa Família, entre elas a suspensão de bloqueios e cancelamentos dos benefícios pelo prazo de 120 dias.

Segundo o ministro Onyx Lorenzoni, titular da pasta, o programa "é muito importante para as famílias mais vulneráveis do país". Além disso, Onyx destaca que "com a inserção de mais 1,2 milhão de famílias, teremos cerca de 14 milhões de famílias beneficiadas, o maior número da história do programa", enfatizou.

O ministro destacou também que a portaria soma-se a outras ações que o presidente Jair Bolsonaro está realizando para o enfrentamento da situação emergencial do Covid-19. "O presidente tem agido para reduzirmos os danos da crise e protegermos os idosos e os mais vulneráveis", assegurou. "Essa portaria garante que nenhuma família será excluída do programa nos próximos 120 dias e reafirma o compromisso do presidente Bolsonaro com o Bolsa Família", completou.

Matéria atualizada às 16h55 e ampliada às 17h25.

Deixe seu Comentário

TV MS

27 de maro de 2020
Isolamento vertical ocasionará genocídio, diz Fábio Trad
Isolamento vertical ocasionará genocídio, diz Fábio Trad

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma