31 de outubro de 2020
Campo Grande 26º 18º

Terapeuta

Terapeuta é preso por dopar mulheres com chá do Santo Daime e estuprá-las

Polícia acredita que haja, ao menos, 15 vítimas

Terapeuta em Blumenau (SC), foi preso pela Polícia Civil, suspeito de dopar e estuprar mulheres que estavam sob o efeito do chá da planta Ayahuasca, do Santo Daime. Ao menos 15 vítimas teriam sido vítimas do religioso.

Conforme a polícia, o homem era dono de um centro espiritual. O primeiro caso chegou à Delegacia de Proteção à Mulher, em janeiro e os crimes podem ter ocorrido de três anos para cá.

De acordo com o site Universa, do UOL, a investigação apurou que o terapeuta se aproximava de todas as mulheres da mesma maneira. Em sessões em grupos, o profissional identificava potenciais vítimas e oferecia serviços de libertação espiritual individual. As sessões ocorriam em uma sala e com uso de chá de ayahuasca, substância alucinógena.

"Ele oferecia um trabalho em grupo e nisso identificava as potenciais vítimas. Ele se aproximava dizendo que essa pessoa estava com problemas de energia e que precisaria resolver o problema. (...) A pessoa perdia o discernimento e a consciência sobre o próprio corpo. Nisso, ele praticava os atos libidinosos, indo desde o beijo, carícia nas genitálias até penetração'', disse o delegado Davi Saraff.

Após as sessões, o terapeuta pedia que as clientes não comentassem sobre os serviços, o que, segundo a Polícia Civil, pode ter influenciado no encorajamento das vítimas em denunciar tardiamente.

O terapeuta não teve o nome nem idade revelados pela Polícia Civil. Ele prestou depoimento na presença de um advogado. O site tentou localizar a defesa do suspeito, mas não conseguiu.