26 de outubro de 2020
Campo Grande 27º 22º

Corpo de Bombeiros realiza palestra de prevenção de incêndio e pânico nesta segunda

961012147_DSC0198O 9º Subgrupamento de bombeiros de Caarapó realiza nesta segunda feira (5), as 18h30, na Câmara Municipal, uma palestra sob o tema ‘Novo código de segurança contra incêndio, pânico e outros riscos’. Segundo o comandante José Alison Pinheiro de Souza, o foco da palestra será os eventos sociais, tendo esclarecimentos de alguns pontos que são importantes de ser observados para que os bombeiros consigam autorizar a liberação do determinado evento. “Vamos supor que uma pessoa irá realizar um determinado evento que é de grande porte, mas antes de realiza-lo o mesmo precisa de autorização, precisa de documentos assinados por um responsável técnico informando que o local está adequado ao uso, então entra nosso trabalho de averiguar”, afirma Pinheiro. Conforme informações do comandante, dependendo do tamanho do evento são necessários que haja uma brigada de incêndio, que é responsável por auxiliar pessoas caso acontece algo. E é algo que muitas pessoas não sabem então o objetivo da palestra é esclarecer a população, para que cada um possa observar o que tem feito de errado, pois assim não correrá o risco de ter seu evento interditado/interrompido. “Essa palestra é para alertar principalmente os decoradores, pois na maioria dos eventos, os decoradores enchem o local de tecidos, cobrindo lugares de sinalização de saída de emergência, extintores, e assim colocam em risco os convidados do evento, pois agindo desta maneira há o risco de pegar fogo no local, e por ter muitos tecidos, as pessoas acabariam presas sem ter pra onde ir”, explica. Segundo ele o novo código de segurança entrou em vigor no Estado em 2013 e houve mudanças no sistema de prevenção. “A nova lei é baseada nas coisas atuais, ou seja, nos erros que aconteceram, um exemplo disso é o que aconteceu ano passado em Santa Maria –RS, onde centenas de jovens morrem, e a maioria não foi nem por queimaduras e sim por inalação de fumaça. Sendo assim vemos que é importante o local do evento estar bem sinalizado para que não ocorra a mesma coisa”, relata o comandante. Pinheiro informou ainda que não basta somente a sinalização, mas também equipamentos e pessoas que saibam utilizar, que é o caso da brigada de incêndio. Segundo ele o novo código adotou parâmetros mais adequados, podendo fiscalizar com mais rapidez, e se caso necessário, há aplicação de multa de 10 a 15 mil Uferms e o local é interditado. Ou seja, o corpo de bombeiros passou a regular a questão de prevenção que antes não lhes cabia, criando assim novas normas técnicas que tratam de riscos específicos. Caarapó News