18 de janeiro de 2021
Campo Grande 27º 22º

Diretor de Escola de Navirai confirma veracidade de foto de merenda apenas com duas bolachas em Navi

O vereador Marcus Douglas apresentou na sessão da Câmara do dia 10 de fevereiro indicação pedindo a melhora da qualidade e quantidade da merenda escolar nas escolas municipais, mostrando uma foto da merenda escolar tirada por aluno na Escola Municipal Professor Milton Dias Porto, onde mostrava ter sido servido de merenda duas bolachas de água e sal e meia caneca de iogurte. Para fiscalizar a questão da qualidade e da quantidade da merenda escolar, após essa foto ser postada nas redes sociais pelo aluno e discussões no plenário da Câmara, o vereador foi na quarta-feira (12) acompanhado de três testemunhas até a referida escola, sendo dois assessores e o jornalista Edilson Oliveira do portal de notícias SulNews.

O diretor da Escola, professor Valdeci Francisco do Couto confirmou ao vereador, na presença das testemunhas, ser verdadeira a foto da merenda tirada pelo aluno Diego Souza servida na data de 07 de fevereiro alegando que foi uma exceção, fato isolado, sendo de boa qualidade a merenda servida no dia a dia da escola e teria ocorrido por ter iniciado as aulas dois dias antes, além de atraso na entrega dos alimentos por fornecedores da Prefeitura.

Acompanhado do diretor, Marcus Douglas vistoriou a merenda escolar servida no dia da visita, olhando os alimentos armazenados em freezers e na dispensa, sendo que estava aceitável a qualidade da merenda, bem como verificou outras situações na escola que necessitam de reparos urgentes e atenção por parte do gerente de educação e do Prefeito, como problema na energia que causa o não funcionamento dos ares condicionados, necessidade de reforma urgente nos banheiros, muro e bebedouro. De acordo com o vereador fatos como estes não podem acontecer, mesmo que seja em um único dia, pois a Prefeitura arrecada muito e tem dinheiro para dar merenda de qualidade e em boa quantidade, lembrando a aquisição pela Gerência de Educação de 500 DVDS pelo custo de 150 mil reais, dinheiro esse que poderia ser empregado para compra de alimentos para servir merenda com “fartura” nas escolas municipais. “Pelo que constatei não houve culpa do Diretor da Escola, que mostrou cópia do pedido de alimentos aos fornecedores, nem das servidoras da cozinha que fazem o que lhes é repassado, nem de nutricionista, sendo que, na minha opinião, a culpa é do Gerente de Educação e do Prefeito, por falta de planejamento e investimentos corretos na educação do nosso Município e espero que isso não se repita e não aconteça novamente, mesmo que esporadicamente, pois nossos alunos merecem merenda de qualidade e em quantidade necessária para favorecer o seu aprendizado”, disse o vereador. Douglas também falou com o aluno que postou a foto, sendo confirmada a verdade dos fatos, inclusive pelos demais colegas de classe que também confirmaram que todos receberam naquele dia a merenda constante da foto. Nicanor Coelho, de Dourados