23 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 20º

Para garantir vaga em creche, pais ficam três dias na fila

A Secretaria de Educação e Cultura de Três Lagoas realizou na manhã de ontem as matriculas das crianças que irão frequentar as creches e escolas infantis no município durante o ano letivo de 2014. Apesar de a secretaria afirmar que as vagas disponíveis são suficiente para o número de cadastrados, o que se viu durante o final de semana foram grandes filas e pais nervosos, sem saber se conseguiram matricular os filhos nas unidades próximas de suas residências.

Kelly Aparecida Pereira Ritifoi uma das mães que não conseguiu vaga em seu bairro. “Eu sou da Vila Piloto, fui à creche de lá, fiquei um tempão esperando e quando começaram a distribuir as senhas, me falaram que não teria vaga para minha filha. Agora estou aqui na Vila Alegre pra ver se consigo alguma coisa”, destacou a mãe que diz não ter com quem deixar o filho.

A situação mais complicada foi registrada na creche da Vila Piloto. Por lá, a espera começou já na sexta-feira. Márcia Matias dos Santos foi a primeira da fila. Ela chegou por volta das 16 horas. “Eu já tinha ouvido comentários de que não seria fácil. Então para não perder a vaga, resolvi pegar um colchonete e ir logo na sexta-feira. Antes perder um final de semana do que a vaga para o meu filho”, ressaltou Márcia.

A mãe relatou que já na noite de sexta-feira outros cinco pais foram para o local. “Muita gente me viu chegando e também vieram. Eles levaram colchão, comida e até crianças pequenas dormiram aqui. No domingo choveu e nós ficamos de baixo d´agua até que chegou um homem da prefeitura e anotou nossos nomes em uma lista e disse pra gente ir embora, se não fosse isso, a gente estaria com os colchões molhados aqui na frente até agora”, afirmou.

O ‘homem’ o qual a mãe se referia, é o secretário de Educação e Cultura, Mário Grespan Neto. Ele visitou, pessoalmente, na noite de domingo várias creches e fez uma lista das pessoas que estavam nas filas e liberou os pais. “No domingo, eu passei por algumas creches e vi que realmente existiam pessoas dormindo na fila. Por conta da chuva, fiz uma lista da ordem em que as pessoas chegaram e logo na manhã de segunda-feira, levei pessoalmente essas listas para as unidades, assim ninguém perdeu seu lugar”, afirmou o secretário.

Sobre a questão de alguns pais passarem três dias na fila, Mário Grespan disse que foi uma atitude desnecessária. “Não precisava ficar três dias na fila, como nós mesmos já havíamos anunciado, haverá vagas para todos. Talvez a pessoa não consiga uma vaga perto de sua casa, mas sem vaga ninguém fica! Dormir na fila foi desnecessário”, afirmou o secretário.

VAGAS

De acordo com dados da secretaria, atualmente Três Lagoas é uma das cidades no estado que tem o menor déficit de vagas na educação municipal. Os números mostram que o déficit é de 13%, percentual considerado baixo, e que o secretário pretende diminuir ainda mais neste ano. “Estamos com ampliações em algumas unidades escolares e ainda temos convênios com o Governo Federal que vai proporcionar a abertura de dois novos Centros de Educação Infantil, proporcionando a abertura de cerca de 600 novas vagas, zerando assim o déficit em Três Lagoas”, finalizou o secretário.

Enquanto estas novas vagas não são disponibilizadas, restam aos pais a luta por uma vaga próximo de sua residência. Por fim, a secretaria informa que aquele pai que não conseguir vaga em nenhuma unidade infantil nas proximidades do seu bairro, deve procurar diretamente a Secretaria de Educação, para que a criança seja matriculada em alguma outra creche do município. No total foram disponibilizadas 698 vagas nas creches de Três Lagoas para 2014, a expectativa é de que todas sejam preenchidas.

Portal Jornal do Povo