03 de dezembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

Primeiro casamento homossexual é oficializado em Ivinhema

  O primeiro casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, em Ivinhema, a 284 km de Campo Grande,  foi realizado na manhã ontem, por volta das 10 horas. Iara Vieira de Jesus de 33 anos, funcionaria pública e Maria Socorro Feitoza de 40 anos auxiliar de enfermagem, oficializaram a união após quatro anos vivendo juntas. A cerimônia aconteceu no cartório na Avenida Reynaldo Massi e reuniu os familiares e amigos  das noivas, Iara e Maria trocaram as alianças e consumaram o casamento com o famoso beijo, garças a união civil reconhecida juridicamente depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) admitir que as uniões estáveis entre pessoas do mesmo sexo formam entidades familiares, o STF reconheceu o casamento gay em maio de 2011. Em 2 de abril deste ano, uma decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) regularizou o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo no estado. Em 16 de maio, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicou a resolução 175 que obriga cartórios de todo o Brasil a realizarem casamento entre pessoas do mesmo sexo. História de amor que começou pela internet Iara nasceu em Vitória-ES, conheceu a Maria Socorro pela internet no dia 22 de setembro de 2009 e no dia 07 de outubro ela falou que estava saindo de vitoria às 13h40min e que gostaria de conhecer ela pessoalmente, já no dia 09 de outubro as 09h45min, ela chegou a Ivinhema a qual relata, "cheguei e conheci o meu grande amor", no dia 28 de novembro de 2009 ela fez o grande pedido, "quer casar comigo", até então hoje dia 28 faz quatro anos juntas e nessa data dia 28 de novembro de 2013 elas oficializaram o casamento no civil. O casal extrovertido finalizou com a seguinte frase, para algumas pessoas que ainda tem algum tipo de preconceito, "viva o amor sem fronteiras e sem preconceito". Assessoria Ivinotícias