02 de dezembro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Conselheiros regionais de saúde criticam regionalização das UPA´s da Capital e temem a superlotação

A- A+

upa campo grande by G1

A iniciativa do governo do Estado em regionalizar as UPA´s (Unidade de Pronto Atendimento) de Campo Grande, a fim de que estas atendam pacientes de municípios do interior, desagradou os representantes da saúde nos bairros da Capital. De forma unânime, os conselheiro dizem temer pela superlotação nas unidades de saúde.

Para o conselheiro do bairro Nova Bahia, Elias Santana, uma decisão tão importante como essa deveria ser tomada em conjunto e após ouvir a avaliação de todos os envolvidos, em especial os maiores afetados, a população. “A população e nós conselheiros deveríamos ser ouvidos, não se pode decidir algo tão importante assim dessa forma”, disse.

Elias lembra ainda das dificuldades enfrentadas pelos moradores do bairro que representa. “A UPA que nos atende já trabalha com dificuldade, fica até difícil imaginar como será se essa demanda aumentar”, afirma o conselheiro que aponta ainda o que segundo ele seria uma das saídas para evitar o caos na rede pública de saúde. “Para poder receber um maior número de pacientes é preciso alterar a estrutura dos hospitais, contratar mais médicos e de fato investir na saúde de qualidade”, conclui.

Da mesma forma que Elias Santana, a conselheira Maria Bezerra que trabalha na região do bairro Aero Rancho expõe sua opinião sobre a proposta. “Sou totalmente contra isso, se sem receber esses pacientes já temos problemas de demora no atendimento, lotação e falta de materiais e medicamentos, imagina com a vinda de mais pessoas pra cá, só vai gerar mais complicações”, teme.

Foi publicado hoje no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul uma resolução que prevê que as UPA´s (Unidade de Pronto Atendimento) de Campo Grande atendam municípios do interior do Estado previamente já selecionados. A proposta que vai regionalizar as unidades de saúde foi aprovada após uma reunião realizada pela Comissão Intergestores Bipartite no dia 14 de novembro deste ano. Saiba Mais: Foi publicada hoje no Diário oficial do Estado a portaria que determina a regionalização das UPAs. A partir de hoje os pacientes das cidades de Bandeirantes, Jaraguari, Figueirão, Paraíso das Águas e Chapadão do Sul terão como referência de atendimento a Unidade de Pronto Atendimento 24h Dr. Walfrido Arruda, localizada no bairro Coronel Antonino. A UPA do bairro Santa Mônica atenderá os municípios de Terenos, Guia Lopes da Laguna e Bodoquena e por fim a unidade do bairro Moreninha ficará responsável pela cidade de Maracajú. Clayton Neves