MS Notícias

segunda, 30 de maro de 2020

SAÚDE

Justiça dá cinco dias ao Detran para sanar problema de água contaminada

Perícia confirmou contaminação da água servida no Detran

Por: TERO QUEIROZ16/03/2020 às 09:11
ComentarCompartilhar
Foto: Reprodução/O Jacaré

Determinação judicial expedida na quarta-feira (11, março) dá prazo de cinco dias ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para passar a oferecer água sem contaminação no núcleo administrativo do Detran, em Campo Grande, na saída para Rochedo. Esse é o primeiro grande problema enfrentado pelo novo diretor-presidente da unidade, Rudel Trindade (assumiu esse mês), que caso não cumpra a determinação judicial, poderá ser responsabilizado por não fornecer água potável aos funcionários e usuários da unidade.

Perícia realizada após pedido de tutela de urgência feita pelo Sindicato dos Servidores do Detran (Sindetran) observou contaminação na água oferecida no estabelecimento. O sindicato chegou a pedir a interdição do prédio e o pagamento de indenização por danos morais de R$ 1,6 milhão aos 169 trabalhadores do Detran.

A suspeita de contaminação da água, veio após alguns funcionários apresentarem problemas de saúde nos funcionários. Na ocasião, o antigo diretor-presidente, Luiz Carlos da Rocha Lima, não teria tomado nenhuma providência, o que levou os funcionário a acionar o Sindetran.

“A situação narrada nesta inicial é grave e merece a adoção de medidas urgentes para que seja assegurado o consumo de água potável aos servidores do Detran. As notícias divulgadas pela imprensa local, trazidas pela parte autora às fls. 59/66, confirmam a situação narrada pelo autor e, uma delas, a de fls. 63, diz ainda que ‘a análise da água foi colhida por empresa especializada e detectou agentes nocivos à saúde humana, os coliformes. Também foi relatado por servidores que os membros da diretoria do Detran teriam um frigobar com copos de água mineral à disposição’”, disse o juiz David de Oliveira Gomes Filho, da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos.

“Para fins de liminar, nos parece que os fatos são inequívocos. O direito é provável pela possibilidade de aplicação do art.6º da Constituição Federal. O perigo de dano, caso não haja uma decisão judicial neste momento, se traduz nos riscos à saúde dos servidores que trabalham naquele local, fazendo uso de uma água imprópria para o consumo”, ressaltou o magistrado.

O Detran disse que contratou empresa para fazer a manutenção e conexão à rede da Águas Guariroba. O órgão vinha usando água do poço artesiano, até o momento das denúncias.

“Com relação as alegações do Detran em sua manifestação preliminar, foi reconhecido a necessidade de tratamento da água para consumo, tanto que o próprio órgão disse a providência está sendo tomada através de um funcionário, que foi orientado para isso. A solução mencionada pelo requerido é paliativa e não está dando resultado, pois, como dito acima, o problema persiste”, analisou o magistrado.

“Diante do exposto, defiro parcialmente o pedido liminar para determinar que o requerido Detran/MS, garanta que o fornecimento de água aos seus servidores esteja em condições ideais para o consumo humano, sob pena de responsabilização pessoal do administrador”, determinou.

Rudel Trindade tem cinco dias, conforme o despacho disponibilizado na quarta-feira (11), para apresentar o laudo de que o problema está resolvido.

Fonte: O JACARÉ 

Deixe seu Comentário

TV MS

27 de maro de 2020
Isolamento vertical ocasionará genocídio, diz Fábio Trad
Isolamento vertical ocasionará genocídio, diz Fábio Trad

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma