27 de setembro de 2020
Campo Grande 39º 25º

“Lago de esgoto” é encontrado em empreendimento da Homex

Tayná Biazus

O vereador Eduardo Romero (PT do B), a partir de várias reclamações dos moradores do condomínio Varandas do Sol, construídos pela Homex, solicitou um encontro no MPE (Ministério Público Estadual) com representantes da Homex, Águas Guariroba e Semadur para que não haja mais o extravasamento do esgoto do condomínio. A obra para essa paralisação é o dia 25 deste mês.

De acordo com o vereador Eduardo há várias irregularidades nos empreendimentos da empresa mexicana Homex. Atualmente o esgoto que deveria ir até as redes das Águas Guariroba estão sendo lançados a céu aberto. “Esse lançamento fez com que um lago de esgoto fosse criado”, explica o vereador.

Também há reclamações em relação ao refluxo do esgoto. O encanamento não está suportando a quantidade lançada e faz com que o líquido retorne as pias, ralos e vasos sanitários. O agravamento do problema se da nos dias de chuva.

Eduardo ainda explica que além dessa, irregularidades como a falta de algumas licenças, alvarás e construções atrasadas se fazem presentes até o momento. O pedido é que primeiramente a empresa resolva o problema de adaptação do esgoto, para depois enviar um “caminhão fossa” para drenar o lago de esgoto.

Foi estipulado pelo promotor de justiça da promotoria de Meio Ambiente do Ministério Público Estadual, um prazo de três semanas para que a Homex apresente a 26ª Promotoria de Justiça, documentos que comprovem ter apresentado todos os projetos e regularização da estação elevatória à Semadur e ainda estabelecer diálogo à empresa Águas Guariroba ‘sob pena de responsabilização civil, administrativa e criminal’.