30 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 24º

Recreadores de Ceinfs recebem férias parciais e entram em conflito com empresa

Parte dos recreadores que atuam nos Ceinfs (Centros de Educação Infantil) da Capital reclamam de ter recebido apenas o pagamento parcial das férias de janeiro. No início desta tarde, um grupo de quase dez pessoas liderado pelo Senalba MS (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional) foi até à Seleta, empresa terceirizada pela prefeitura responsável pela contratação e pagamento da categoria, para pedir explicações.

Segundo a presidente do Senalba MS, Maria Joana Pereira, cerca de 70% dos 650 funcionários da Seleta filiados ao sindicato enfrenta o mesmo problema. Franciele dos Santos, 36, por exemplo, conta que foi contratada em junho de 2009 e sempre recebeu as férias integralmente até ser surpreendida com a redução. 20140108_142817

O presidente da Seleta, Gilbraz Marques da Silva, alega que houve uma mudança no sistema que calcula os pagamentos para se adequar à regra da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) que determina, para o caso de adiantamento de férias para recesso coletivo, pagamento parcial das férias referente ao tempo trabalhado durante o ano e que os funcionários receberão o valor que ficou faltando em fevereiro.

Por outro lado, o Senalba MS rebate que a regra só pode ser aplicada a funcionários contratados no ano de 2013, pois a empresa não pode fazer com que a adequação à lei traga ônus ao trabalhador, que não foi avisado do corte no pagamento. Maria Joana explica que o sindicato vai aguardar até sexta-feira por uma resposta oficial da empresa para novas providências.

Diana Christie