28 de novembro de 2020
Campo Grande 36º 23º

Promotor afirma que condenação vai gerar temor

fórum   O promotor Dr. Humberto Lapa Serri  responsável pela acusação no julgamento do réu Carlos Alexandre Alves, afirmou nesta manhã, que a condenação do acusado vai gerar um certo receio em quem acha que a justiça não é eficiente. “A condenação vai gerar medo nas pessoas que possam vir a ter um comportamento parecido com o de Carlos, é um ato de combate a impunidade.” , explica o Humberto. O julgamento está em andamento e o promotor usou 90 minutos para fazer sua tese, alegando que as provas já são eficientes para que o acusado seja condenado. “O sentimento de propriedade que ele tinha sobre a mulher, mesmo após a separação, foi o que ocasionou o crime”, disse Serri Dr. Humberto ainda relatou que a execução foi um ato covarde e que Carlos não imaginava que seria preso. “Ele matou a vítima na frente de várias pessoas, provando que estava com a sensação de impunidade, acreditando que nada aconteceria com ele”, finaliza o promotor. Neste momento, o tribunal do Júri se prepara para ouvir a tese de defesa que será apresentada pelo defensor público, Dr. Ronald Calixto Nunes.   (Anna Gomes e Clayton Neves)