04 de dezembro de 2021
Campo Grande 32º 21º

Ao contrário de Eduardo Rocha, Mochi garante que PMDB não cogitou Simone como suplente de André

A- A+

Ao contrário das afirmações do deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB), de que caso o governador André Puccinelli (PMDB) mude de ideia e decida se lançar como candidato ao Senado, a vice-governadora Simone Tebet (PMDB) ocuparia o cargo de suplente, o deputado Junior Mochi (PMDB) garante que o assunto não está sendo discutido entre o partido que já escolheu Nelsinho Trad (PMDB) como candidato ao governo e Simone Tebet (PMDB) como candidata ao Senado.

“Isso não vem sendo discutido entre o partido porque já escolhemos nossos candidatos, vamos lançar Nelsinho ao governo e Simone ao Senado. Mudanças até podem ocorrer futuramente, mas por enquanto já temos os candidatos e não podemos falar em cima de suposições”, afirma o deputado.

Mochi demonstra que a relação entre o PMDB e a presidente Dilma Rousseff (PT) está mais distante, principalmente na bancada federal. “Eu sinto que a relação está mais distante, principalmente em nível nacional, mas não posso afirmar isso com toda certeza porque o partido estadual é diferente do partido federal, então fica difícil explicar algo ligado a este assunto”, explica o deputado.

Mesmo ressaltando toda essa distância, Mochi declara que o apoio de Puccinelli ao governo de Dilma pode ajudar a presidente a conquistar mais votos nas eleições de 2014. “Eu acredito que o posicionamento do governador deixa Dilma mais forte, principalmente aqui em MS, já que ele é um homem prestigiado e bem aceito pela população”.

Dany Nascimento