25 de janeiro de 2021
Campo Grande 29º 21º

Ao contrário de Eduardo Rocha, Mochi garante que PMDB não cogitou Simone como suplente de André

Ao contrário das afirmações do deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB), de que caso o governador André Puccinelli (PMDB) mude de ideia e decida se lançar como candidato ao Senado, a vice-governadora Simone Tebet (PMDB) ocuparia o cargo de suplente, o deputado Junior Mochi (PMDB) garante que o assunto não está sendo discutido entre o partido que já escolheu Nelsinho Trad (PMDB) como candidato ao governo e Simone Tebet (PMDB) como candidata ao Senado.

“Isso não vem sendo discutido entre o partido porque já escolhemos nossos candidatos, vamos lançar Nelsinho ao governo e Simone ao Senado. Mudanças até podem ocorrer futuramente, mas por enquanto já temos os candidatos e não podemos falar em cima de suposições”, afirma o deputado.

Mochi demonstra que a relação entre o PMDB e a presidente Dilma Rousseff (PT) está mais distante, principalmente na bancada federal. “Eu sinto que a relação está mais distante, principalmente em nível nacional, mas não posso afirmar isso com toda certeza porque o partido estadual é diferente do partido federal, então fica difícil explicar algo ligado a este assunto”, explica o deputado.

Mesmo ressaltando toda essa distância, Mochi declara que o apoio de Puccinelli ao governo de Dilma pode ajudar a presidente a conquistar mais votos nas eleições de 2014. “Eu acredito que o posicionamento do governador deixa Dilma mais forte, principalmente aqui em MS, já que ele é um homem prestigiado e bem aceito pela população”.

Dany Nascimento