27 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 22º

ELEIÇÕES 2020

Aquidauana: Odilon cai nas intenções de voto e concorrentes crescem

Em pesquisas de institutos diferentes, números mostram prefeito perdendo 31% em duas semanas

Com quatro nomes pré-inscritos para a disputa da sucessão municipal e a pouco mais de seis meses das eleições, Aquidauana começa a esboçar as tendências do eleitorado neste cenário. Duas pesquisas de empresas diferentes, Itop e Ranking, feitas com 14 dias de diferença entre uma e outra, apresentam a leitura das intenções de voto e a situação dos pré-candidatos.

De acordo com a manifestação dos eleitores, quem mais perdeu entre uma e outra pesquisa é o prefeito Odilon Ribeiro (PSDB), que quer mais quatro anos de poder. Na consulta estimulada, quem mais cresceu é a médica Viviane Orro (PSD). Os outros dois pretendentes – o vereador Jean Saliba (PDT) e o empresário Joaqim Passos (PP) – também avançaram significativamente.

QUEDA RUIDOSA

No caso do atual prefeito, os números apresentam uma queda ruidosa. Pelo Itop, em amostragem do dia 2 deste mês de março, Odilon tinha 74,3 das intenções de voto. Mas no levantamento da Ranking, 14 dias depois, ele estava com 43%, uma queda de 31%.

Em segundo lugar nas intenções de voto, e seguindo a ordem de realização das pesquisaas, Viviane aparecia com 7,3% segundo o Itop. Duas semanas depois a médica já contabilizava 17% de preferência entre os eleitores aquidauanenses – um avanço de 10%. Igualmente expressivos foram os crescimentos de Saliba (de 6% para 10%) e Passos (de zero para 9%).

As duas pesquisas estão devidamente registradas na Justiça Eleitoral, com os números 04271/MS (Itop) e 09666 (Ranking). O universo de entrevistados do Itop foi de 300 pessoas, a margem de erro de 5,6% para mais ou para menos e o índice de confiança em 95%. Os parâmetros de entrevistas, margem de erro e confiabilidade aplicados pela Ranking foram os mesmos.

FAVORITISMO DILUINDO

Diante desses números, é possível constatar que está diluindo o grande favoritismo atribuído inicialmente ao prefeito, cuja administração tem como principais marcas as obras e investimentos do governo estadual. O espaço para outras candidaturas mostra ser amplo e parece motivar o eleitor a interessar-se por novas alternativas, não só de nomes, mas de ideias e propostas de gestão.

Com população próxima dos 50 mil moradores, Aquidauana busca respostas concretas para resolver seus maiores desafios sociais e econômicos, principalmente o atendimento em saúde pública, a educação, a geração de empregos e o aproveitamento das inteligências locais, já que o Município possui três instituições de ensino superior de acesso gratuito: a UFMS (Universidade Federal), a Uems (Universidade Estadual) e o IFMS (Instituto Federal de Educação de Mato Grosso do Sul).