29 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

CORONAVÍRUS

Bolsonaro dá indícios de que mentiu ao povo sobre exame de Covid-19

Em entrevista nesta manhã, 5ªfeira (30.abril), presidente afirmou que já pode sim, ter contraído o vírus

O chefe do Executivo Federal, tentou manobra nesta manhã (30.abril), para desmentir uma mentira que ele mesmo divulgou sobre seu exame de Covid-19 ter apresentado resultado negativo. Nesta manhã, em entrevista à Rádio Guaíba, na saída do Palácio da Alvorada, ele disse: "Eu talvez já tenha pegado esse vírus no passado e nem senti". 

A fala de Bolsonaro abre um parêntese, e coloca atenção em como ele trata seus depoimentos à nação. Ele afirmou inúmeras vezes, que seu resultado de exame teria dado negativo. Na segunda-feira, 27 de abril, por decisão da juíza Ana Lúcia Petri Betto, o jornal O Estado de S. Paulo conseguiu na Justiça o direito de obter os testes de covid-19 feitos por Bolsonaro. 

Bolsonaro fez os testes para detectar o novo coronavírus nos dias 12 e 17 de março, após voltar de missão oficial nos Estados Unidos, onde se encontrou com o presidente Donald Trump. Nas duas ocasiões, Bolsonaro informou, via redes sociais, que os testes deram negativo para a doença, mas não exibiu cópia dos resultados. Nas ocasiões, foi reportado que um primeiro teste teria dado positivo, já um segundo, deu negativo. Mas nenhuma das comprovações foram apresentadas. 

Com a fala nessa manhã, presidente da indícios de que há uma possibilidade de ter ele, reproduzido uma mentira a nação. Bolsonaro, segundo decisão da justiça teria uma prazo de 48h para apresentar o exame, mas o chefe do executou ordenou a Advocacia-Geral da União (AGU), intervir, alegando “intimidade e a privacidade são direitos individuais”.