04 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 18º

Cabo Almi diz ser preocupante declaração de Biffi

O deputado federal Antônio Carlos Biffi em entrevista ao site MS Notícias afirmou que não possui mais esperanças em relação às questões indígenas no Estado. De acordo com ele as negociações entre União, produtores rurais e indígenas estavam caminhando em um ritmo em que a ordem prevalecia e a União iria comprar as terras onde há os conflitos, porém um impasse foi travado.A opinião de Biffi preocupa alguns deputados estaduais, como é o caso de Cabo Almi (PT). “Quando as autoridades fazem uma declaração como a de Biffi devemos nos preocupar”, desabafa o deputado. Para ele todas as questões existentes hoje são movidas através da política e por esse motivo o deputado acredita que apesar da demora os conflitos serão solucionados, basta que haja uma sensibilidade daqueles que estão por trás do problema.Cabo Almi comenta que a questão indígena é mais ampla do que parece. Outros estados como Santa Catarina e Rio Grande do Sul estão passando por questões parecidas. “Não é somente o Mato Grosso do Sul que possui esse problema. Muito deve ser resolvido no país e isso abrange uma série de ações que vão movimentar os envolvidos e até aqueles que não estão no meio do conflito”, disse. Em relação a possível desapropriação da fazenda São Jorge em Japorã, distante 487 quilômetros de Campo Grande, invadida em outubro passado, Cabo Almi pede que haja cuidado para que não seja repetida a mesma cena da fazenda Buriti, em Sidrolândia, distante 75 quilômetros da Capital, onde um índio foi morto em conflito. Tayná Biazus