04 de dezembro de 2020
Campo Grande 33º 24º

Com foco em 2014 Lula relembra ações do governo PT no Estado

O ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), terminou agora a pouco de ministrar uma palestra que teve como tema o desenvolvimento econômico do país. Extremamente bem humorado, o petista brinco muito e aproveitou o momento para fazer um discurso com cunho eleitoral já pensando nas eleições de 2014.

Lula fez questão de destacar que tanto em sua gestão como no primeiro mandato da presidente Dilma o Brasil nunca apresentou índices tão grandes de desenvolvimento econômico, além disso, ele lembrou do bom diálogo que sempre teve com os empresários. “Nenhum outro presidente conversou tanto com os empresários como eu conversei”, disse o ex-presidente ressaltando que quando assumiu a presidência em 2003, a verba para empréstimos disponível para o país era de R$ 380 milhões, valor que hoje ultrapassa a marca de R$2 trilhões.

Outro ponto citado por Lula foi a criação de novos empregos, cerca de 10 milhões nos últimos dez anos, devido a este dado ele destaca que o índice de desemprego no Brasil é de 5,4%, dados melhores que os apresentados na Europa.

O petista aproveitou também para frisar a importância de aliar o desenvolvimento social e a economia do país e fez ainda uma fala que causou grande impacto. “Por muitos anos fui alvo de críticas por parte de empresários e da imprensa, dizendo que eu estava dando dinheiro pra pobre, mas quem nunca ficou sem dente não sabe como é bom ter dinheiro para comparar uma dentadura e poder sorrir”, disse.

Logo após concluir sua fala o ex-presidente recebeu das mãos do presidente da Fiems, Sérgio Longen, uma carta com as solicitações dos empresários do Estado, ao receber o documento o Lula brincou. “Não sou sedex mas vou entregar rapidamente para a Dilma, amanhã almoço com ela e vou entregar pessoalmente”.

Entre as autoridades políticas presentes estão o governador André Puccinelli (PMDB), o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), os deputados Cabo Almi (PT), Amarildo Cruz (PT), Pedro Kemp (PT), Paulo Corrêa (PR), Laerte Tetila (PT), assim como os vereador Zeca do PT que foi cumprimentado pessoalmente pelo ex-presidente.

Clayton Neves e Heloísa Lazarini