07 de agosto de 2020
São Paulo 39º 24º
RESPEITO À VIDA RAMAL ASSEMBLEIA

Deputado defende fim da liminar que impede investimentos na região Norte

Diana Christie

O deputado estadual Junior Mochi apresentou esta manhã um balanço dos prejuízos causado pela liminar que proíbe a concessão de licenças ambientais para atividades econômicas e agrícolas na região do rio Taquari. “Muitos municípios estão impedidos de executar as obras, alguns com os recursos já na conta. Quem se responsabilizará pela não execução dessas obras? Os prefeitos terão que devolver esses recursos e correm até o risco de cair em improbidade administrativa”, defendeu.

Segundo ele, Camapuã ficará sem a construção de 250 unidades educacionais, cinco barracões industriais, um polo industrial e um abatedouro municipal. Em Pedro Gomes, deixarão de ser construídas 155 casas e será perdido R$ 720 mil em saneamento básico. Figueirão suspendeu a construção de 89 unidades habitacionais, e pode perder recursos do PAC 2 para drenagem e saneamento.

Em São Gabriel do Oeste, o projeto de duas pontes de concreto e de construção de 480 unidades habitacionais está parado. O município pode perder também R$ 2,6 milhões em recursos para o asfalto e R$ 5,7 milhões para saneamento básico. O deputado não estava com os dados precisos de Coxim, mas a cidade também perderá recursos de saneamento básico e asfalto.

Os prefeitos das nove cidades da região, representantes do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) e o governador André Puccinelli (PMDB) estiveram com o deputado no Tribunal Regional Federal da 3ª região em São Paulo na noite de ontem para pedir uma revisão da liminar. “Conversamos com vários desembargadores. Tentamos sensibilizá-los sobre as consequências da decisão”, conta Mochi.

A concessão de licenças ambientais na região do rio Taquari está suspensa desde 23 de maio pelo juiz federal Gilberto Mendes Sobrinho. A decisão, tomada após denúncia do MPF (Ministério Público Federal), prejudica as atividades dos municípios de Alcinópolis, Camapuã, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Pedro Gomes, Rio Verde, São Gabriel do Oeste e Sonora.