23 de junho de 2021
Campo Grande 30º 17º

Corrupção

Ex e atual prefeito de Rio Verde de Mato Grosso são investigados pelo MPE

Os dois prefeitos também foram condenados a pagar multas

A- A+

Tanto o ex-prefeito de Rio Verde de Mato Grosso, William Douglas de Souza Brito, quanto o atual prefeito do município, Mario Alberto Kruger, estão sendo investigados pelo MPE (Ministério Público Estadual). O órgão instaurou dois inquéritos civis para investigar as gestões do município que fica a 194 quilômetros de Campo Grande.

Mario Alberto Kruger, atual gestor, e Allison Vaz Bedoja, que é um leiloeiro, são investigados por suposta fraude no Processo Licitatório nº 099/2013 – Pregão Presencial nº 014/2013, onde teriam manipulado a documentação dos participantes, conforme foi detectado pelo RDE (Relatório de Demandas Externas) nº 00211.000626/2012-82 da Controladoria-Geral da União.

Já o ex-prefeito, William Douglas de Souza Brito, juntamente com as ex-secretárias municipais de saúde, Valéria Câmara Simioli e Conceição Vaz da Silva, são investigados por emprego de recursos repassados ao município por entidades vinculadas ao Ministério da Saúde, no período de janeiro de 2011 a novembro de 2013.

Os dois prefeitos também foram condenados a pagar multas de 300 Uferms (R$ 6, 273.00) ao ex-prefeito Wiliam Douglas de Souza Brito e aplicação de multa no valor de 300 Uferms (R$ 6,273,00) ao atual chefe do executivo municipal, o prefeito Mário Alberto Kruger, por omissão no encaminhamento das prestações de contas dos convênios nº 13/2010, nº 01/2010, nº 012/2010. 

O TCE-MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul) julgou, no início deste mês,  irregulares as declarações de contas da antiga e atual gestão. A multa aplicada foi de 100 Uferms (R$ 2.091,00) ao ex-prefeito Willian Douglas de Souza Brito e multa de 100 Uferms ao atual prefeito de Rio Verde, Mário Alberto Kruger por não encaminhar documentos.