08 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 17º

Funcionários da prefeitura estão sem receber uniformes e com sacolões atrasados

Diana e Heloísa

Os 400 agentes de saúde e os trabalhadores da frente de limpeza de Campo Grande ainda não receberam os kits contendo uniformes deste ano. Os funcionários precisam trabalhar com roupas próprias ou uniformes gastos, recebidos na administração passada. A situação dos trabalhadores da frente de limpeza é ainda mais grave. Além de não terem recebido uniformes, há quatro meses a prefeitura não paga os sacolões que eles têm direito.

Os trabalhadores deveriam ter recebido os kits contendo calça, camiseta de manga curta, camiseta de manga comprida, boné e botina no início do ano. Um funcionário, que prefere não se identificar para evitar retaliações, conta que a classe solicitou novos uniformes para a prefeitura e para a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) em junho. Segundo ele, os órgãos competentes afirmaram que só poderiam entregar os kits em outubro, quatro meses depois do pedido.

Esta não é a primeira vez que os agentes de saúde sofrem com a má administração da atual gestão de Campo Grande. No começo do ano, eles ficaram três meses sem receber as bonificações pela participação na campanha de Combate à Dengue, no valor de R$ 120. Só conseguiram que o pagamento referente aos meses de janeiro, fevereiro e março fosse pago em abril após paralização dos atendimentos.

Até o fechamento desta matéria, a assessoria da prefeitura não deu resposta e o secretário municipal da saúde, Ivandro Fonseca, não estava disponível para prestar esclarecimentos.