28 de novembro de 2021
Campo Grande 32º 21º

Meta da Lava Jato para 2016 é aumentar acusações e fechar cerco contra empresas do exterior

A- A+

O Ministério Público Federal estabeleceu diretrizes e metas de trabalho da Força Tarefa da Operação Lava Jato para 2016.

Depois de 179 pessoas acusadas em 36 procedimentos formais, do repatriamento de R$ 659 milhões de dinheiro público no exterior e da recuperação de R$ 2,8 bilhões, a Lava Jato vai focar no aumento de acusações formais, e nas investigações de contas no exterior e de empresas internacionais que se beneficiaram dos esquemas de corrupção instalado na Petrobras.

Segundo Procurador Geral do MPF, Deltan Dallagnol, o objetivo em 2016 será fechar cerco contra empresas e empresários, principalmente, do exterior para garantir novas delações premiadas e consequentemente identificação de mais políticos envolvidos.

Dallagnol destaca importância das delações, que permitiram descobrir nomes de políticos envolvidos assim como obter provas para subsidiar acusações e eventuais prisões. O procurador cita que um dos motivadores das delações é efeito "Marcus Valério", que foi condenado a 40 anos de prisão por envolvimento no mensalão enquanto maioria dos políticos envolvidos já respondem processo em liberdade.

Outro objetivo do MPF é garantir aprovação no Congresso de projeto popular com 10 medidas contra corrupção. Até momento, já foram recolhidas 1,1 milhão de assinaturas, faltam apenas 400 mil assinaturas para que projeto possa tramitar na Câmara Federal.