26 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

VEJA O VÍDEO

Mulher morde guarda e diz que não pega vírus, pois não é "comunista"

A mulher alegava que o "circo do coronavírus" era armado para "implantar uma ditadura comunista”

Em Araraquara, cidade do interior de São Paulo, foi detida ontem (13.abril) em na Praça dos Advogados, por descumprir o decreto da prefeitura de isolamento social contra o novo coronavírus. No momento da detenção a mulher resistiu, tentou morder os guardas civis e disse que “não pegaria o vírus pois é um vírus comunista”.

“Tentamos de todo jeito conversar, para que ela deixasse a praça. Mas ela estava revoltada, reagiu com agressividade. Foi necessária o uso da violência física para contê-la”, disse a guarda Municipal. A mulher foi detida por desobediência. 

A mulher alegava que o “circo do coronavírus" era armado para "implantar uma ditadura comunista”. “Aqui não é comunismo. Comunismo é lá na China, onde o PT está se afiliando. Esse circo de coronavírus não funciona comigo, armaram para implantar uma ditadura comunista”, gritava a mulher. 

 No vídeo, após 20 minutos de diálogo, o guarda se aproximou, momento em que a mulher mordeu o guarda Municipal.

Em entrevista ao portal A Cidade On, ela alegou que a Constituição garantia o direito de estar na praça. "Estava caminhando sozinha para aumentar minha imunidade, me sentei para descansar e fui abordada. Cinco pessoas vieram me abordar e estava sufocada, me machucaram e por isso acabei mordendo uma guarda. A Constituição me garante o direito de estar na praça", disse, ela passaria por exame de corpo de delito.

 

 

ENTENDA

A Prefeitura de Araraquara decretou quarentena para conter o surto de coronavírus. Na cidade estão sendo realizadas diariamente operações para orientar os usuários dos principais parques e áreas de esportes e lazer.

O decreto municipal vedou o acesso da população aos equipamentos públicos, parques e praças municipais, bem como suspendeu os programas e atividades culturais e esportivas, proibindo assim qualquer ação que implique ou resulte em aglomeração de pessoas.