10 de agosto de 2020
Campo Grande 32º 19º

Para deputado, questão indígena será resolvida com derramamento de sangue

Para o deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB) o governo federal está fazendo a sua parte e se esforçando para que sejam solucionados os problemas indígenas no Estado, por outro lado ele sente que há uma falta de vontade do governo de operacionalizar a situação. Eduardo acredita que a cada dia que passa a situação está se afunilando e a única solução para conter a violência será a compra de terras pela União. “Ou compra terra ou vai ter guerra”, comenta o deputado. O deputado acrescenta dizendo que há muitas áreas em todo o país que podem virar terras indígenas ou a União pode trocá-la com os proprietários, como é o caso das propriedades de traficantes que foram apreendidas e estão “paradas”.“O que acontece hoje deve chegar dentro do gabinete da presidente Dilma aí sim, a situação não só do Estado, mas de todos aqueles que se encontram em situação parecida pode ser resolvida”, ressalta Eduardo. Para o deputado mortes ainda vão acontecer  e somente assim será acelerada a tentativa de solução. “Vai ter que morrer 50 índios e 50 produtores para que seja solucionado o problema”. O parlamentar ressalta que este é um momento difícil e delicado onde a ordem deve ser estabelecida, além de haver um estudo para que não aconteçam mais episódios de violência Tayná Biazus