28 de novembro de 2020
Campo Grande 36º 23º

Para Puccinelli R$30 milhões não resolve o problema entre índios e produtores no Estado

Durante evento realizado na manhã de hoje no hotel Grand Park em Campo Grande o governador do Estado de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), avaliou como positiva a conversa que teve na semana passada com o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo durante sua viagem a Brasília. Para Puccinelli depois de muitos anos o governo federal parece ter se dado conta da gravidade do problema existente entre índios e fazendeiros.

“Começo a ter esperanças porque o governo federal viu que todo esse problema não é culpa dos índios e dos não índios e sim da União”, disse. André relata ainda que embora acredite não ser o suficiente, a iniciativa do governo em ceder cerca de R$30 milhões para a compra de terras no Estado é a “demonstração de preocupação e boa vontade”, porém, o governador deixa exposta sua visão. “Creio que seria necessário no mínimo de R$500 milhões a R$ 1 Bilhão”, explica.

De acordo com a Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do MS), em Mato Grosso do Sul existem cerca de 79 áreas ocupadas por índios. Deste total, 15 propriedades foram ocupadas após o acordo firmado entre os produtores rurais, índios e CNJ (Conselho Nacional de Justiça) para amenizar os conflitos enquanto o governo federal decide uma solução definitiva.

Clayton Neves e Diana Christie