19 de janeiro de 2021
Campo Grande 27º 21º

Para Zeca do PT, aliança entre PT e PSDB não passou de um sonho

Após os rumores de que a vereadora Rose Modesto está sendo cotado para a vaga de Senado, ao lado da possível pré-candidatura do deputado federal Reinaldo Azambuja, ao governo, o vereador de Campo Grande Zeca do PT, afirma não saber o porquê da insistência do pré-candidato ao governo do Estado, Delcídio do Amaral (PT), nessa possível aliança.

Na manhã de hoje, Delcídio reafirmou em entrevista ao programa de rádio Tribuna Livre da FM Capital, sua intenção em se aliar a Azambuja. Delcídio tem até essa quarta-feira para formalizar ou não a aliança com o tucano, visto o prazo estipulado pelo PSDB.

De acordo com Delcídio, o que trava a possível aliança com o Partido dos Trabalhadores, são os tucanos. “Se você ler uma matéria do jornal O Estado de São Paulo, a informação é de que é o PSDB quem está travando a aliança aqui no Estado”, afirmou em entrevista.

Para Zeca, a aliança formal entre PT e PSDB não passa de um sonho. “Essa história com o PSDB era coisa da cabeça sonhadora do Vander”, referindo-se ao deputado federal petista, Vander Loubet.

Zeca afirma que nunca acreditou na aliança entre as siglas, e acredita ser normal que ambos fiquem distantes na campanha deste ano. “Sempre falei que não ia dar aliança, acho normal, cada partido tem que procurar o seu partido. O PT tem que procurar o PT, o PSDB tem que procurar o PSDB e o PMDB tem que procurar o PMDB”, afirma.

Para Zeca, a única coisa que pode existir entre os dois partidos, PT e PSDB, é uma aliança branca, e que, só iria existir união com Azambuja, caso ele deixasse os tucanos e se filiasse em outro partido, como o PROS.

Tayná Biazus