25 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 21º

Puccinelli faz alianças pessoais com PSB, mas partido ainda está indeciso

Para as eleições de 2014, o governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), começa a fazer aliados individuais dentro do PSB (Partido Socialista Brasileiro). Apesar das investidas do governador, o presidente do PSB, prefeito Murilo Zauith, informou que só decidirá com qual partido o diretório estadual irá se coligar após reunião com o pré-candidato à presidência, governador Eduardo Campos (PSB).

De acordo com o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), Puccinelli apoiará pessoalmente a titular da Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), Tereza Cristina (PSB) em sua candidatura à deputada federal.  “Ele dará apoio pessoal. Ele fez um compromisso com ela de ajudá-la na eleição”.

Mesmo sem dar detalhes das negociações com o PSB, Mochi confirmou que Puccinelli e o pré-candidato Nelsinho Trad (PMDB) estão a frente da busca por aliados. “Agora, nesse período, estamos conversando com todo mundo. As conversas com o PSB devem estar avançadas, mas não cabe a mim falar sobre isso. Cabe ao André e ao Nelsinho”, resguardou-se.

Além de Tereza, o governador já tem outro aliado dentro do Partido Socialista Brasileiro. O ex-conselheiro do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado), José Ancelmo dos Santos, que se filiou ao PSB na última quarta-feira, garantiu que a escolha teve o aval do governador e que pretende pressionar o partido a favor de uma aliança com o PMDB, mesmo que seja em chapa majoritária peemedebista.

Ontem o governador André Puccinelli afirmou ainda que pretende eleger oito deputados federais, sendo quatro peemedebistas e quatro candidatos de partidos aliados. Mochi confirmou que pelo PMDB estão na disputa os deputados federais Geraldo Rezende, Fabio Trad e Marçal Filho, além do deputado estadual licenciado Carlos Marum. Até o momento, entre os candidatos aliados, Teresa Cristina e o secretário estadual de obras, Edson Giroto (PR) são os mais cotados.

Lançamento de Simone – Segundo o deputado Junior Mochi, o lançamento oficial da pré-candidatura da vice-governadora Simone Tebet (PMDB) para disputar a vaga ao Senado será em uma reunião que será realizada em Campo Grande no dia 15 de março, com filiados de todos os 79 municípios do Estado.

Simone já participou de reuniões do partido como pré-candidata em Três Lagoas e participará de outra em Dourados, dia 15 de fevereiro, onde comparecerão representantes de 39 municípios. Ainda na próxima segunda-feira, a executiva estadual do PMDB se reúne às 14h no prédio do diretório estadual para discutir o planejamento do partido. Segundo Mochi, o governador André Puccinelli está entre os convidados.

Diana Christie