16 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

Ronan, seu braço direito, foi o primeiro a acusar Olarte de pedofilia

Aos poucos os detalhes da investigação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), iniciadas em 2013, ganham as redes sociais, para desespero do prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP por liminar) e de seus “blindadores”, sejam eles os vereadores da base aliada, ou outros.

O mais recente (veja vídeo ao final da matéria) traz a conversa de Olarte com um suposto policial de nome Torres, onde o prefeito pede ajuda para “resolver” o problema causado por um vídeo gravado por Ronan Feitosa, pastor de sua igreja, braço direito de Gilmar Olarte desde muito, e parceiro no escândalo dos cheques em branco trocados com agiotas para, supostamente comprar vereadores para que votassem pela cassação do então prefeito eleito Alcides Bernal (PP).

Parte do caso

A investigação teve início em outubro de 2013 e contou com autorização do TJ porque no momento da ação Olarte ocupava o cargo de prefeito, passando a ter foro privilegiado, e ganhou a mídia a partir das ações ostensivas do Gaeco.

Ronan Feitosa foi preso em São Paulo, ouvido pelo promotor Marcos Alex Vera, e responde por estelionato, acusado de aplicar golpes usando sua relação com Gilmar Olarte – vice-prefeito na época – para emitir cheques sem fundo e em troca de vantagens indevidas. Ele também era membro atuante da Igreja Assembleia de Deus Nova Aliança. Foram arrolados nas investigações o pastor Mauro Alessandro Souza de Freitas - envolvido com Salém Pereira Vieira, que foi detido com arma em seu poder.

E a justiça?

O que causa espanto e indignação da população é o fato de um caso que envolve pedofilia esteja demorando tanto tempo para ser julgado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

É certo que a população não acredita que Gilmar Olarte, ainda que rejeitado pelos eleitores e com forte apoio dos vereadores na Câmara Municipal, venha a ser apeado do posto que ocupa, dada a morosidade da própria Justiça e dos incontáveis caminhos a serem trilhados até o julgamento final nas diversas instâncias, mas quando entre as acusações uma delas é de um crime considerado hediondo, caso comprovado, é deixar em risco parcela mais fragilizada da população.

Confira vídeo:

<div id="fb-root"></div><script>(function(d, s, id) {  var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];  if (d.getElementById(id)) return;  js = d.createElement(s); js.id = id;  js.src = "//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3";  fjs[removed].insertBefore(js, fjs);}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));</script><div class="fb-video" data-allowfullscreen="true" data-href="https://www.facebook.com/semprebernal/videos/1015113861856300/"><div class="fb-xfbml-parse-ignore"><blockquote cite="/semprebernal/videos/1015113861856300/"><a href="/semprebernal/videos/1015113861856300/">DENUNCIAS DAS AVENTURAS SEXUAIS DO PASTOR OLARTE</a><p>By Corrupção Em Campo Grande-MSGAECO - PIC 002/2014Gaeco Flagrou vários Indícios de Pedofilia.#ForaOlarte</p>Posted by <a href="https://www.facebook.com/semprebernal">Sempre Bernal</a> on Quinta, 4 de junho de 2015</blockquote></div></div>