12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

"Contas públicas nunca fecham", diz aliado de André sobre auditoria das finanças estaduais

A- A+

O resultado da auditoria das contas públicas de Mato Grosso do Sul divulgado ontem pelo atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB) parece não ter causado o impacto imaginado no PMDB, e nos fieis aliados do ex-governador André Puccinelli.

Mesmo com divulgação de que R$ 253 milhões praticamente sumiram dos cofres públicos, o vereador Vanderlei Cabeludo não vê motivo de alarde. "Conas públicas são assim mesmo nunca fecham como se deseja. É de praxe, todo governo que assume atribuir responsabilidade ao anterior", diz Cabeludo.

Embora o discurso de Vanderlei coloque panos quentes sobre os números divulgados ontem, ainda deve haver novos desdobramentos do caso, que pode se tornar um embate entre André e Azambuja. Ontem, o governador evitou falar em crime de responsabilidade fiscal, porém não se poupou em usar palavra "calote". 

O relatório foi encaminhado ao Ministério Público Estadual e também ao Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul, que são os órgãos competentes para analisar os dados e decidir pela abertura de investigação contra André Puccinelli.