16 de abril de 2024
Campo Grande 23ºC

Vereadora evita polêmica e diz que nunca viu mensagem que fala da "queda de Bernal"

A- A+

A vereadora Magali Picareli (PMDB) que se tornou alvo de polêmica gerada nesta segunda-feira (1) após declarações do prefeito Alcides Bernal (PP) evitou prolongar assunto e afirmou que a mensagem, que fala da eleição de João Rocha (PSDB) como presidente da Câmara e possível queda de Bernal, mostrada em foto pelo prefeito à imprensa, não é dela e que celular da foto não é seu.

“Não quero polemizar, não quero entrar nessa conversa porque isso é muito pequeno. Não tenho esse anel de pedras vermelhas e nunca vi aquela mensagem, não vou entrar em atrito" disse Magali.

A mensagem gerou mal estar entre prefeito e Legislativo a abriu precedente para nova crise política entre poderes. Bernal com fotografia em mãos na qual aparece um celular com mensagem: “Concluída eleição? Bernal roda e Rocha assume?”, disparou contra vereadores e acusou Câmara de “golpe político” para retirá-lo do poder.

O prefeito foi cassado em março de 2014 pelos vereadores da Capital e foi reconduzido ao cargo pela Justiça em agosto deste ano, porém, como decisão foi em caráter liminar e Câmara recorreu, Bernal ainda pode ser destituído do cargo de prefeito.

Depois de receber fotografia da mensagem, o prefeito, ainda nesta segunda-feira (1) foi ao Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) e à Polícia Federal para denunciar sua suspeita. Na manhã desta terça-feira (1) após convite oficial, Bernal se reúne com presidente da Câmara, João Rocha.