14 de maio de 2021
Campo Grande 26º 17º

Vereadores da base vão ouvir argumentos de Bernal para decidir se apoiam vetos

A- A+

Os vereadores da base de sustentação do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), pretendem marcar uma reunião ainda nesta semana para ouvir os argumentos do chefe do executivo municipal para os 72 vetos emitidos em relação às emendas dos vereadores da Capital.

“Vamos sentar primeiro, ver as razões dos vetos. Eles foram bem pontuais, apenas alguns artigos foram vetados. Pelo que o Pedro Chaves (secretário municipal de governo e relações institucionais) me falou, houve duplicidade, projetos que prejudicaram áreas vitais do orçamento. Vamos avaliar ponto por ponto. Conhecendo as razões do prefeito vamos nos posicionar. Se houver entendimento, vamos apoiar o prefeito”, explicou Alex do PT.

Segundo a vereadora Luiza Ribeiro (PPS), o número de vetos este ano foi maior, pois a quantidade de emendas também aumentou. “É proporcional ao numero das emendas. Nos orçamentos anteriores eram 21 vereadores e cada um aprovava três emendas. Aumentou para 29 vereadores e cada vereador aprovou seis emendas. Foram 200 e poucas emendas feitas pelos vereadores. Mas claro que a gente quer discutir com o prefeito”, argumentou.

Ayrton Araújo (PT) já adiantou que pretende recordar durante a reunião o apoio que o Partido dos Trabalhadores sempre prestou ao prefeito. “Vou falar que eu sempre fui da base, sempre provei que fui companheiro. Ele falou que vai executar as obras de indicação minha e tem me atendido. Ele vem com as ações boas e vai melhorar e os trabalhos vão ficar tranquilos porque ele já falou que quer a paz com a Câmara Municipal”.

Entre os vetos, Ayrton está particularmente chateado por não ser atendido na emenda que solicita colocação de asfalto em algumas ruas do bairro Jardim das Perdizes – região sul de Campo Grande. "Não procurei mais saber porque não adianta ir lá e ficar incomodando. pentelhando sozinho. Prefiro que eu vá com a base toda, mas ele vetou o projeto do Jardim dos Perdizes, perto do Nashiville, onde eu moro", contou.

Diana Christie