17 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

Cene perde no Morenão e sofre contra o Brasília novo

Já virou rotina para os torcedores cenistas – poucos, mas fiéis – sofrer com as campanhas do time em competições nacionais. O duelo contra o Brasília pela Copa Verde foi mais uma decepção: 2 a 0 para os visitantes, após um 0 a 0 na capital federal que empolgou torcida e imprensa sul-mato-grossense.

O Cene começou bem a partida, que seguiu equilibrada até os 42 minutos. Em falta na intermediária, o lateral direito Tamaré acertou um petardo que o goleiro André Moreto não conseguiu fazer a defesa. A equipe voltou disposta e reverter o placar, mas não conseguiu. Pelo contrário. Tomou o segundo gol.

Aos 33 minutos, o camisa 9 Claudemir fez bela jogada e avançou em velocidade pela direita, até a linha de fundo. A ofensiva atraiu a marcação para si e deixou Alekito livre na pequena área, para receber o passe e empurrar para as redes, sem goleiro pela frente.

Cene não passa da 1ª fase em torneios nacionais desde 2006

Terceiro time mais vencedor do Estado (5 títulos, atrás apenas de Comercial e Operário), apesar dos pouco mais de 10 anos de existência, o Cene disputou vários torneios nacionais representando o Mato Grosso do Sul assim que se profissionalizou e chegou à Campo Grande.

Em todos ele, era recorrente a passagem de fase. Porém, tais feitos são passado. Há 8 anos o clube não consegue passar da primeira fase de um torneio nacional.

A última vez foi a Copa do Brasil de 2006, quando passou pelo Treze de Campina Grande (PB) – duas vitórias por 2 a 1 e 3 a 1 – e foi eliminado na fase seguinte, pelo Fluminense (RJ) – o saudoso 5 a 3 no Morenão.

No ano anterior, o Cene passou por cima do Operário e do Cianorte (PR) para se classificar no Grupo 11, ao lado do Londrina (PR), à segunda fase da Série C do Brasileirão. No mata-mata, foi eliminado pelo Ceilândia (DF) – derrota em casa por 2 a 1 e empate em 1 a 1 fora.

MS Esporte Clube