12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Naviraí

Adolescente acusado de tentar matar diretor de escola é encaminhado a Unei

"Edson Luiz Ubeda, pediu à Justiça que internasse o garoto, sendo deferido pela vara competente e cumprido nessa quarta-feira"

A- A+

O adolescente de 16 anos acusado de esfaquear o diretor da escola onde estudava no interior de Mato Grosso do Sul, em Naviraí, foi encaminhado a uma Unei (Unidade Educacional de Internação).

O suspeito foi até a delegacia acompanhado pelo pai e depois de prestar depoimento foi liberado e encaminhado pela família para uma fazenda na região de Naviraí, a 366 quilômetros de Campo Grande.

Porém o delegado responsável pelo caso, Edson Luiz Ubeda, pediu à Justiça que internasse o garoto, sendo deferido pela vara competente e cumprido nessa quarta-feira (21).

Segundo as autoridades, o jovem ficará a princípio na Unei por 30 dias, mas quando o caso for analisado em definitivo ele poderá ficar até quatro anos no local, conforme determina o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

A vítima, o diretor Marlon Morch já recebeu alta, mas ainda não voltou a exercer suas funções na escola. Ele passou por duas cirurgias e se recupera em casa.

Tentativa de homicídio 

O caso aconteceu na escola Antônio Fernandes, no pátio quando o servidor flagrou o suspeito fumando com outros dois colegas atrás da quadra esportiva e os repreendeu.

Marlon chamou a atenção do adolescente e enquanto ele saía do local, foi ferido pelas costas. O garoto, em seguida, fugiu pulando o muro do estabelecimento escolar, conforme flagrado pelas imagens das câmeras de segurança.

Colegas de colégio do adolescente, incluindo os outros dois jovens que estavam com o garoto no momento do crime, confirmaram o “instinto” agressivo do garoto. A câmera da escola filmou a agressão. Ele não tinha passagem pela polícia até o crime e não havia registro de agressão no colégio.