21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

HOMICÍDIO | DANÚBIO AZUL

Assassinato de comerciante teve requinte de crueldade e 3 armas distintas

Suspeito teria planejado o crime que ocorreu nesta 2ª-feira (4.jan.21) durante a madrugada, no Bairro Danúbio Azul, em Campo Grande

A- A+

A morte do comerciante Hugo Gonçalves Insabralde, de 29 anos, foi premeditada, teve requinte de crueldade. O suspeito, funcionário, Maikon Lucas Matias, de 22 anos utilizou três tipos de armas durante o crime: um revólver calibre 32, uma faca e um taco de sinuca. A afirmação é da Polícia Civil.

Segundo o delegado da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, Ricardo Meirelles, o suspeito ainda está foragido.

Nesta tarde de 3ª-feira (5. jan.2021), quase 15h após o crime, que ocorreu ontem, 2ª-feira (4. Jan.21) no Bairro Danúbio Azul, o veículo utilizado pelo suspeito na fuga, que pertence a vítima, foi encontrado em uma estrada na região do Bairro Oscar Salazar, região norte de Campo Grande.

Conforme a polícia, a linha de investigação é de que o suspeito teria planejado o crime já que não houve briga. 

O suspeito fez três disparos à queima roupa na vítima, em seguida utilizou uma faca e começou a golpeá-la por várias vezes até a faca quebrar e logo em seguida utilizou um taco de sinuca.

Ainda segundo o delegado, o suspeito não estava sob o efeito de drogas e agiu de forma tranquila. 

O caso está sendo investigado como homicídio duplamente qualificado pelo motivo fútil e pela impossibilidade de defesa da vítima.

O possível ‘motivo’ do crime não foi informado para não atrapalhar as investigações.