19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

VILA PROGRESSO

Colega acha Guarda Municipal morto com braços, mãos e boca contorcidos

Encontrado numa sala da Gedoc

A- A+

O Guarda Municipal Elizeu Borges, de 67 anos, foi encontrado morto, às 7h desta 2ª.feira (24.abr.23), numa sala da Gestão de Documentos e Arquivos de Campo Grande (Gedoc) da prefeitura, na Vila Progresso, em Campo Grande (MS). Um colega dele, chamado Luiz, de 35 anos, disse que encontrou Elizeu sem camiseta no sofá, com os braços, mãos e boca contorcidos.  

O Gedoc é o espaço de almoxarifado da prefeitura, localizado na Rua Dona Dorinha de Figueiredo.

Segundo a Perícia Técnica, a rigidez cadavérica indicou que a vítima faleceu há mais de 8h.

Inicialmente, o caso é tratado como morte natural, já que não haviam vestígios de crime ou marcas de violência.

O caso, entretanto, foi registrado como morte a esclarecer na Delegacia Especializada de Pronto Atendimento Comunitário do Centro Especializado de Polícia Integrada (Depac/Cepol). A Polícia Civil observou a sala do Gedoc, há câmeras de monitoramento que devem ser periciadas para ajudar a confirmar a suspeita inicial ou descartá-la.  

O corpo será encaminhado ao Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) para se determinar a causa da morte.