17 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Polícia suspeita que ossada encontrada em carro queimado pode ser armação para forjar morte

No final da manhã desta quinta-feira (3), foi encontrado um carro carbonizado com uma ossada envolvida por pneus, primeiramente policiais acharam que o corpo se tratava de Bruno Franco Godói desaparecido desde o último dia 24, porém pelo estado que se encontra a ossada, ela pode não ser de Bruno.

Na manhã desta sexta-feira (4) a mãe do rapaz desaparecido Genilda Franco de Godói, esteve na delegacia do 7ºDP para fazer o reconhecimento do carro e de alguns documentos que foram encontrados juntamente com a ossada. Ela identificou o carro sendo do Bruno, e os documentos também são dele.

Porém, segundo o delegado Geraldo Marim Barbosa a ossada não corresponde com o tempo de desaparecimento de Bruno “serão feitos exames para comprovar se essa ossada é do Bruno ou não, mas como temos experiência podemos deduzir que não se trata do rapaz”, comenta Geraldo ao MS Notícias.

Ainda de acordo com o delegado existem vários boletins de ocorrência sobre o caso, o próximo passo é juntar todos os documentos e investigar todas as hipóteses, não descartando que Bruno pode ter forjado a própria morte por algum motivo.

O caso passa a ser investigado pelo delegado Paulo Sá com colaboração do delegado Geraldo, e o resultado dos exames que podem comprovar de quem é a ossada encontrada devem sair nos próximos dias.

Leia também

• Ossada encontrada em veículo incinerado pode ser de rapaz que estava desaparecido