22 de maio de 2024
Campo Grande 28ºC

FATALIDADE | CAPITAL

Hudson morre esmagado por 300 kg de tábuas em Campo Grande

Adolescente também foi atingido

A- A+

Hudson da Luz Silva, de 27 anos, morreu esmagado por 300 kg de tábuas de madeira compensadas numa marcenaria no cruzamento das ruas Silvério Faustino e Leonardo Nunes, no Bairro Nova Lima, em Campo Grande (MS). A polícia foi acionada no início da tarde desta 2ª.feira (19.dez.22), mas não houve tempo de socorro.  

Uma socorrista da vizinhança, Carmem Lúcia Monteiro, disse que estava chegando em casa quando escutou os gritos. Ela pensou ser briga e quando saiu encontrou o rapaz já esmagado pela pilha de tábuas.

“Ele estava esmagado na parede. Nós viramos, colocamos ele no chão e viramos para não se engasgar. Mas nós constatamos que ele já estava morto. Afundou a face dele, não dava nem para tentar massagem cardíaca. Um outro funcionário machucou a orelha só”, contou a mulher. 

Equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas quando chegaram o rapaz já estava morto.

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, Dermival Caldeira, o rapaz sofreu um traumatismo craniano grave e não houve tempo de socorro. Além dele, um adolescente de 15 anos também foi atingido.

"Ele sofreu um corte contuso na orelha, mas está fora de perigo. Foi socorrido e levado para a Santa Casa. Nós não sabemos se ele também estava trabalhando no local, mas nenhum dos dois usava equipamentos de proteção", afirmou Dermival. 

O delegado Leandro Lacerda, acrescentou que foram várias pranchas de madeira compensadas que caíram sobre o rapaz e cada uma teria entre 60 e 70 quilos. A perícia foi feita no local e Hudson estava fazendo a retirada do material para fazer um serviço. O caso vai ser registrado na 2ª Delegacia de Polícia Civil como morte a esclarecer.

Fonte: *Com informações do Campo Grande News.