16 de setembro de 2021
Campo Grande 32º 20º

CAPETA

Pastor que esfaqueou mulher grávida enquanto ela dormia, ironiza e ri dos policiais

Filho da mulher teve que ser retirado após uma parada cardíaca, mas não resistiu e morreu horas depois

A- A+

O pastor evangélico Jorge de Souza Valdez, de 41 anos, acusado de esfaquear a mulher grávida enquanto dormia, foi interrogado na Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) e demonstrou muita frieza, ironia e riu dos policiais durante o depoimento.

Conforme o site JP News, o lider religioso, alegou que o crime ocorreu "por ignorância dele", disse ao ser preso.

O caso

Grávida de seis meses, Regiane Cales da Silva de 41 anos foi esfaqueada pelo marido Jorge de Souza Valdes de 44 anos, na manhã desta terça-feira (10), no Residencial Cleide Maria, Conjunto Habitacional Orestinho, em Três Lagoas, interior do Mato Grosso do Sul. O autor foi preso em flagrante por tentativa de feminicídio.

De acordo com o site JP News, a mulher foi atacada pelo marido enquanto dormia. Ele desferiu um golpe de faca em seu pescoço, causando um corte profundo. Ao perceber que a vítima ainda estava viva ele a levou para o hospital com a intensão de que ela morresse no caminho.

Quando chegou no local o autor se deparou com três viaturas da Polícia Militar que atendiam a ocorrência de um acidente de trânsito, ocorrido durante a madrugada e acabou confessando ter esfaqueado a esposa.

Ainda de acordo com o site, devido à grande quantidade de sangue que perdeu, Regiane deu entrada no Hospital Auxiliadora em estado gravíssimo e sofreu uma parada respiratória. Os médicos realizaram massagem cardíaca e conseguiram reanimar a gestante, que precisou fazer uma cesárea de urgência.

O bebê também precisou ser reanimado pela equipe médica e foi levado para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas morreu na manhã desta terça-feira (10).