05 de maro de 2021
Campo Grande 28º 21º

Cremação

R$ 17 mil é o valor que mãe de irmãs mortas no Japão terá que pagar para cremar corpos das filhas

A mãe das jovens assassinadas na cidade de Honda no Japão chegou naquele país no domingo (15) e segundo informações ela seguiu direto para delegacia.

Maria Maruyama mãe das irmãs Akemy e Michelle aguarda a liberação dos corpos das filhas para fazer a cremação, e ainda saber como irá acontecer à vinda das netas para Brasil.

A família das vítimas optaram para fazer a cremação por ser um procedimento de custo inferior se comparado com o translado, porém segundo informações o valor de cada cremação ficará em 250,mil yens, o que corresponde a R$ 8,5 mil, cada um dos corpos.

Maria está pedindo doação para o Brasil e também para o Japão. A família não disponibiliza desse valor. Ainda é preciso organizar alguns documentos para que o transporte das cinzas seja feito, como por exemplo, documento de despacho, documento de identificação das filhas, certidões de óbito, a autorização para remoção de restos mortais, ata do embalsamento, a declaração de cremação.

 Ainda não se sabe quando a cremação dos corpos irá acontecer.

O caso

Conforme informações, Akemi Maruyama era casada com um homem de nacionalidade peruana, tido como suspeito pela polícia de Handa de ter cometido o crime. Segundo a polícia, as duas irmãs teriam sido estranguladas. O apartamento onde ambas moravam foi incendiado. A polícia suspeita de que o incêndio teria sido cometido pelo marido de Akemi. Segundo familiares, a campo-grandense morava no Japão há dez anos.

O marido de Akemi, de nacionalidade peruana, é investigado como suspeito do crime e  foi detido no dia do incêndio, quando dirigia um veículo acompanhado das duas filhas do casal de 3 e 5 anos de idade. As crianças estão sob a proteção da polícia e devem ser trazidas para ficar sob a guarda da avó.