19 de junho de 2021
Campo Grande 27º 14º

Andressa Urach terá enfermeiros por 60 dias em casa; gastos com saúde já beiram R$ 400 mil

A- A+

Se no ano passado Andressa Urach precisou do SUS para tratar suas infecções, em 2015 parece que a situação está bem melhor para ela.

Andressa, que deixou na última quarta-feira (11) o hospital Alvorada, em Moema, bairro nobre de São Paulo, agora está recebendo tratamento de primeira classe.

O quarto em que ela estava é um dos melhores do hospital, que só atende pacientes particulares: individual, com cama para acompanhante e até uma mini sala de estar.

Agora em casa, Andressa receberá, durante os próximos 60 dias, visitas diárias de uma equipe de enfermagem para trocar seus curativos e aplicar um antibiótico no cateter central que ela teve implantado no corpo.

?Segundo o dr. Felipe Tozaki, médico de Andressa, o cateter é do mesmo tipo usado para fazer quimioterapia em pacientes com câncer. "Ela não pode ir pra casa com seringa, com agulha, então colocamos o cateter para fazer medicação em casa. Ela vai tomar 60 dias de antibiótico", diz ele, que não quis revelar o custo das cirurgias.

Fora as três cirurgias que precisaram ser feitas nas últimas duas semanas, os gastos de Andressa também incluem medicamentos, exames, procedimentos (como a colocação do cateter), fisioterapia, acompanhamento nutricional e psicológico. A soma de tudo isso é estimada em cerca de R$ 30 mil por dia, ou seja, quase R$ 400 mil.

Procurada pelo "F5", a Record diz que não comenta informações de convênios médicos e outros benefícios pagos a seus funcionários. Contratada em janeiro para participar do "Domingo Show", Andressa nem chegou a estrear na nova emissora.

O hospital Alvorada também se negou a comentar o assunto, considerado "de foro íntimo da paciente". A assessoria de imprensa de Andressa Urach afirma que ela própria está custeando o tratamento.