23 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Campo Grande recebe a "Mostra Efeito Hip Hop"

A Concha Acústica Helena Meirelles – Parque das Nações Indígenas – recebe neste sábado a partir das 19h onde grupos de dança de rua. Esta será a terceira edição da “Mostra Efeito Hip Hop”, realizada pela Fcms (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul). Haverá a apresentação de quatro companhias convidados e de sete de municípios que integram o projeto “Efeito Hip Hop”.Apresentam-se as companhias Funk-se, Dançurbana, Street Pop e Expressão de Rua (convidados), além dos grupos “New Style” (Aral Moreira); “Fênix Frew” (Guia Lopes da Laguna); ”Estação Onze” (Maracaju); ”CrazyDance” (Naviraí); “Impacto da Rua” (Paranaíba); “Dance Rio” (Rio Negro) e “Simbiose Street Dance” (Três Lagoas). Em todas essas cidades foram realizadas, durante o ano 2013, oficinas e seminários do projeto Efeito Hip Hop. O projeto é um fomento à dança de rua, especialmente no interior do Estado. São oferecidos cursos gratuitos para formação de novos dançarinos e também de multiplicadores. Em 2013 foi realizado o Efeito Hip Hop em sete cidades e o resultado do trabalho será apresentado sábado. O projeto aos poucos atinge seu objetivo. Foram formados grupos de danças que se o organizaram a ponto de participarem de um edital de seleção e serem selecionados para circularem pelo Estado, como é o caso do Simbiose Street Dance, de Três Lagoas. Quatro dos sete municípios participantes neste ano já contam com professores oriundos do projeto, que foram contratados pelas prefeituras para ministrarem aulas de dança de rua em escolas de seus municípios. Tayná Biazus